ESPORTES

Vasco faz treino intenso para duelo contra Fortaleza

Publicados

em


Na história de duelos entre Vasco e Fortaleza no Campeonato Brasileiro, o time de São Januário costuma sair melhor. Com mais vitórias, o Gigante da Colina se destaca vencendo 50% das partidas disputadas. Além dos três pontos conquistados inúmeras vezes, o Vasco empatou 33%. Até o momento o Gigante da Colina enfrentou o Fortaleza 12 vezes na competição, sendo seis jogos em casa e os outros fora. São 18 gols a favor, contra 10 do adversário. Se seguir esse histórico de somar pontuação, o Cruzmaltino terá tudo para subir cada vez mais na tabela. O próximo desafio do Vasco da Gama será nesta quinta-feira (19/11), em São Januário, com transmissão em tempo real no Premiere e pré-jogo na VascoTV. O Caldeirão vai ferver com esse confronto de dois gigantes.

Vale destacar que o cenário da partida é favorável para o Gigante da Colina, pois o Fortaleza vem de uma sequência de derrotas consecutivas na competição. Por outro lado, o Vasco se reencontrou no último jogo contra o Sport, vencendo a partida por 2 a 0, com dois gols do Germán Cano. Além disso, o Gigante da Colina poderá contar com o fator casa. No Brasileirão o Vasco nunca perdeu para o Fortaleza dentro de São Januário, ou seja, seis jogos invicto. Jogando no Rio de Janeiro, o Vasco possui 67% das vitórias, 33% de jogos empatados e nenhuma derrota.

  Colorado vence do Vasco por 2 a 0 pela 17ª rodada da Série A

Leia Também:  Vitória e Ponte Preta empatam sem gols pela 3ª rodada do returno da Série B

O último duelo entre os dois times no Brasileirão aconteceu em outubro de 2019, quando o Vasco da Gama foi mandante e venceu o Fortaleza com um placar de 1 a 0. O único gol da partida foi convertido por Yago Pikachu em uma cobrança de pênalti, após Leandro Castán ser empurrado dentro da área durante o escanteio. O goleiro do time adversário até pulou para a direção exata da bola, mas não conseguiu defender a bomba que o lateral direito do Vasco explodiu no fundo da rede de São Januário.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

ESPORTES

Desfalcado na zaga, Bahia volta a ter defesa mais vazada do Brasileirão

Publicados

em


A derrota por 4 a 0 para o Bragantino para o Bragantino, na última sexta-feira, fez o Bahia chegar a 34 gols sofridos no Brasileirão e retomar o posto de defesa mais vazada, agora ao lado do Goiás, lanterna da competição. Vale lembrar que a 22ª rodada ainda está em andamento e muitas equipes têm jogos a menos.

Antes da chegada de Mano Menezes, o Bahia tinha disputado oito jogos no Brasileirão, com 14 gols sofridos e média de 1,72 por partida. Em apenas um jogo não sofreu gols e vinha de amargas derrotas, entre elas um 5 a 3 para o Flamengo, em Pituaçu.

  Bahia se reapresenta e inicia preparação para partida contra o Fortaleza

Leia Também:  Boulos entra na Justiça contra Covas por suposto abuso de poder na campanha

Com o treinador, no Brasileirão, o Tricolor fez 14 partidas e sofreu 20 gols, o que significa média de 1,42 por jogo. Destas partidas, ficou sem ser vazado em duas delas.

Para piorar a situação, Mano tem convivido com desfalques e poucos zagueiros à disposição. Juninho, Anderson Martins, Lucas Fonseca e Ernando são os quatro zagueiros do elenco profissional utilizados. Lucas, porém, está machucado e Ernando em fase final de recuperação de lesão. O segundo, inclusive, pode pintar no jogo desta terça, contra o Unión Santa Fé, pela Copa Sul-Americana.

E, no seu próximo compromisso, o treinador vai precisar ter uma defesa afinada já que, na Sul-Americana, há o critério de gol qualificado. A partida contra o Unión Santa Fe está marcada para esta terça-feira, às 19h15, na Arena Fonte Nova.

 

COMENTE ABAIXO:

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

RONDONÓPOLIS

mato grosso

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA