ESPORTES

Abel Ferreira analisa atuação do Palmeiras após classificação para a fina da LibertadoresSIFICAÇÃO PARA FINAL DA LIBERTADORES

Publicados

em


Apesar de ser superado pelo River Plate-ARG por 2 a 0, nesta terça-feira (12), no Allianz Parque, o Palmeiras se classificou para a grande final da Conmebol Libertadores – o primeiro encontro entre as equipes, na Argentina, terminou 3 a 0 para o Verdão. Após a classificação, o técnico Abel Ferreira analisou o rendimento de seus comandados.

“Este jogo era muito mental. Se o Rony faz o gol na primeira bola, matávamos o nosso adversário definitivamente. Nós fizemos três gols lá (na Argentina), mas poderíamos ter feito quatro ou cinco, e aí teríamos matado a eliminatória. Tivemos de sofrer e conseguimos esta qualificação muito pelo jogo que fizemos na Argentina. No primeiro jogo, nós fomos muito superiores, e hoje o nosso adversário foi superior a nós. Hoje o que fez a diferença foi o fator psicológico”, declarou o treinador, valorizando o atual momento do clube na temporada.

“Quando você treina grandes clubes, você fica mais próximo de ganhar títulos. Quando eu aceitei o desafio de vir ao Palmeiras, sabia que o Palmeiras dava todas as condições de lutar por títulos. Nós estamos em duas finais e, no Campeonato Brasileiro, iremos grão a grão para encher o nosso bolso e, no fim, ver o que nos reserva. Eu não penso muito nisso, quero desfrutar agora as 24 horas, valorizar esta final que foi muito suada. Parabéns aos meus jogadores, são verdadeiros guerreiros com todas as dificuldades”, concluiu.

  Palmeiras vence Delfín por 3 a 1 e larga na frente por vaga nas quartas da Libertadores

Leia Também:  Furacão terá 23 jogadores à disposição contra o São Paulo

O próximo compromisso do Palmeiras será na sexta (15), às 21h30, contra o Grêmio, no Allianz Parque, pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro. Já na segunda (18), às 19h, o Verdão encara o Corinthians, novamente na arena palestrina, pelo Nacional.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

ESPORTES

Paraná é derrotado para o Sampaio e fica em situação complicada na tabela

Publicados

em


Na noite de sexta-feira (15), o Paraná Clube foi até São Luís (MA) e foi derrotado para o Sampaio Correa por 2 a 1. O Tricolor está na 18º colocação com 36 pontos e na próxima terça-feira (19), tem um confronto muito importante contra o Cuiabá, às 21h30, na Vila Capanema.

Durante toda a partida o Paraná Clube finalizou 16 vezes e o adversário apenas quatro. As principais oportunidades do time paranista foram criadas no primeira etapa, mas a bola não entrou.

O Tricolor começou melhor o jogo, a primeira chance foi de bola parada, Jean Victor lançou para a área e o atacante Bruno Lopes de cabeça mandou para fora. Aos 11 minutos, Thiago Alves finalizou de longe e a bola passou muito perto. Aos 15 minutos o time da casa abriu o placar – 1×0.

O Tricolor teve outra boa oportunidade com Bruno Lopes. Karl cruzou da direita, o centroavante cabeceou, o goleiro adversário fez a defesa. Na primeira etapa, o time paranista finalizou dez vezes, mas faltou pontaria.

Na volta para o segundo tempo, o Tricolor voltou com a mesma postura. A primeira oportunidade foi na batida de falta do zagueiro Fabrício, o goleiro Gustavo fez ótima defesa. Pouco tempo depois, Bruno Lopes fez bom drible dentro da área e a bola bateu na mão do jogador adversário, mas a arbitragem não marcou penalidade.

  Cruzeiro entrega o jogo e perde de 2 a 1 para o Sampaio Corrêa

Leia Também:  Confúcio entrega ao Planalto o relatório final da comissão mista da covid-19

Aos 19 minutos, após erro na saída de bola, o adversário ampliou o placar – 2×0. O Tricolor até descontou com Bruno Lopes, mas não foi suficiente, final de jogo – 2×1.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

RONDONÓPOLIS

mato grosso

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA