ENTRETENIMENTO

Presidente da Fundação Palmares chama Paola Carosella de “militante vitimista”

Publicados

em


source
Sérgio Camargo critica Paola Carosella
Reprodução

Sérgio Camargo critica Paola Carosella

Sérgio Camargo, presidente da Fundação Palmares, entrou em uma polêmica com Paola Carosella. Ele chamou a chef de cozinha e  ex-jurada do “MasterChef ” de “militante vitimista” após uma publicação que ela fez falando sobre genocídio negro.

Carosella fez um tuíte ironizando o vídeo em que Juliana Paes fala sobre “delírios comunistas”. “Meus delírios comunistas: fim do genocídio negro indígena e favelado, pela bala ou pela miséria. Comida, esgoto e água para todos. Vacina já. Creches, escolas e universidades para todos. Reforma agrária. Um governo que trabalhe para o povo e não contra ele. Só o começo”, escreveu na rede social.

O presidente da Fundação Palmares compartilhou a publicação e criticou fortemente os posicionamentos ideológicos da chef. “Falou em ‘genocídio negro’ já sei que é militante vitimista ou branquelo politicamente correto. Ambos imbecilizados por narrativas da esquerda”, escreveu Sérgio Camargo.

Leia Também:  Atleta de UFC tem conta bloqueada após transfobia contra Pabllo Vittar

Mesmo estando à frente da Fundação Palmares, Camargo tem um posicionamento contrário às pautas raciais. Ele já negou a existência do racismo no Brasil e a ONU chegou a considerá-lo inapto para o cargo que ocupa.



Fonte: IG GENTE

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

ENTRETENIMENTO

Aos 78 anos, Susana Vieira diz que ainda tem esperanças de encontrar novo amor

Publicados

em


source
Suzana Vieira no Se Joga
Reprodução

Suzana Vieira no Se Joga

Em seu quadro “Susana Vieira sem filtros”, no programa Se Joga, a atriz foi questionada sobre novos relacionamentos. Respondendo a uma pergunta de telespectadora de 73 anos se ela ainda acha possível encontrar um amor na terceira idade, Susana dispara: “Eu vou ser sincera: parece que eu tenho 15 anos e juro que ainda acredito que vou encontrar um namorado, um homem para ficar do meu lado. Não precisa ficar o tempo todo também porque eu não suporto, mas eu não posso acreditar que a gente vai morrer sem amor.”

“Ainda tenho um frisson aqui dentro, ainda vejo homem bonito e fico a fim dele, então você deve se deixar levar. Se alguém achar você ridícula, não liga”, fala Suzana. O último relacionamento da atriz terminou no começo da pandemia,

Sobre desilusões amorosas:

“É insuportável isso. É real, acontece e não dá para dizer que nunca mais vai acontecer isso, mas a gente tem uma carência… não sei é uma maneira de querer agradar e peca pelo excesso. É sofrido, você tem de conviver com isso porque amor é amor e não tem explicação. A gente sempre se ferra um pouquinho. Não tem jeito”

Leia Também:  Raissa Barbosa sobre reação à vacina: "Meu caso se agravou por outra situação"
Fonte: IG GENTE

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

RONDONÓPOLIS

mato grosso

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA