ENTRETENIMENTO

Bolsonaro é chamado de “bandido, marginal e valentão” no Programa Silvio Santos

Publicados

em


source
Bolsonaro e Silvio Santos
Divulgação

Bolsonaro e Silvio Santos

Um vídeo em que Jair Bolsonaro (sem partido) é chamado de “bandido, marginal e valentão” ganhou destaque na internet na noite de terça-feira (27). A cena toda é ambientada no “Programa Silvio Santos”, no SBT, e quem protagoniza é uma das convidadas anônimas da plateia.

À situação, as moças tinham três pistas – bandido, marginal e valentão – para tentar adivinhar do que o apresentador estava falando. Uma delas chutou “Primeiro Comando da Capital”, outra “Comando Vermelho” e uma terceira “Bolsonaro”. Ao dizer o nome do presidente, a moça levou a plateia ao riso. Desconcertado, Silvio fez questão de enfatizar: “Não é o nome de uma pessoa, não é sinônimo, mas é algo que casa bem com bandido, marginal e valentão”.

Leia Também:  Saiba como Temer usou carta de Bolsonaro para reposicionar sua imagem política

As imagens viralizam no Twitter e usuários contra o governo não deixaram de comemorar. “E no momento que ela fala? A plateia toda ri! Essa foi afrontosa, amo! Agora o Silvio Santos vai mandar checar se a pessoa é bolsonarista ou não, tenho certeza disso”, disse um. “A menina chegou no microfone de um dos principais apoiadores do (des)governo e mandou um ‘Bolsonaro’ e logo depois ‘Polícia'”, comentou outro, entre risos. “Essa merece o Troféu Imprensa”, brincou um terceiro.

Após um ano longe dos estúdios, foi anunciado recentemente que Silvio Santos, de 90 anos, retomará as gravações de seu programa em estúdio. Com isso, não sabe se as imagens viralizadas são de algum episódio novo ou regresso. O Portal iG procurou a assessoria do SBT para conseguir mais informações sobre o assunto, mas até o momento não houve resposta.

Leia Também:  Rosa Weber suspende MP de Bolsonaro que limita poder das redes sociais
Fonte: IG GENTE

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

ENTRETENIMENTO

Anitta é chamada de racista por americanos

Publicados

em


source
Anitta é chamada de racista por americanos
Instagram

Anitta é chamada de racista por americanos


Uma postagem recente de Anitta tem dado o que falar entre o público norte-americano – o mesmo que Anitta tem focado em conquistar. Enquanto se maquia, a funkeira cantarola e solta um termo que é visto como totalmente insultuoso para a comunidade negra nos Estados Unidos. O fato não passou batido e muita gente resolveu reclamar da fala da poderosa no Twitter. A coluna detectou que não é a primeira vez que cantora usa esse termo.


Antes que o gado de Anitta venha aqui gritar e passar pano, entendam que, se na cabeça de vocês, na nossa cultura está tudo bem, na norte-americana americana não está. Então vocês devem respeitar e não tentar ficar justificando. Vão estudar antes de gritar. O termo usado por Anitta foi “niggas” e vamos explicar um pouco sobre.

Leia Também:  Human Rights Watch diz que Bolsonaro ameaça os pilares da democracia brasileira

A palavra ‘nigga’ foi criada há muito tempo e era o termo usado pelos brancos nos EUA para se referirem aos negros indicando que eles eram inferiores e sub-humanos. Muitos negros morreram queimados, torturados, espancados e linchados enquanto eram chamados por esse nome. Talvez seja a palavra que mais simbolize as ideias de supremacia branca nos EUA. Apesar de nos dias de hoje muitos negros, principalmente os mais jovens, usem a expressão com outro sentidos em situações PRIVADAS, entre familiares ou amigos muito íntimos, a palavra continua tendo conotação extremamente racista quando usada por brancos.

Alguns com certeza vão ousar dizer que Anitta não é branca. Sim, caros leitores, já lemos isso de fãs, mas Anitta é, sim, uma mulher branca e com certeza deveria respeitar mais uma cultura que não é dela. Quando a gente chega na casa de alguém, a primeira coisa que devemos aprender é sobre suas regras e costumes, mas parece que Anitta, assim como no Brasil, adora fazer a lacração “armada”, quando na verdade não tem profundidade nos assuntos.

Leia Também:  Único presidente com duas MPs devolvidas, Bolsonaro já enviou 201 ao Congresso

Anitta faz parte do conselho do Nubank, instituição que aqui no Brasil, através de sua co-fundadora, Cristina Junqueira, também teve falas racistas durante sua participação no programa Roda Viva. Ao falar sobre diversidade racial, ela disse que ‘não dá pra nivelar por baixo’.

Fonte: IG GENTE

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

RONDONÓPOLIS

mato grosso

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA