ENTRETENIMENTO

Aos 78 anos, Susana Vieira diz que ainda tem esperanças de encontrar novo amor

Publicados

em


source
Suzana Vieira no Se Joga
Reprodução

Suzana Vieira no Se Joga

Em seu quadro “Susana Vieira sem filtros”, no programa Se Joga, a atriz foi questionada sobre novos relacionamentos. Respondendo a uma pergunta de telespectadora de 73 anos se ela ainda acha possível encontrar um amor na terceira idade, Susana dispara: “Eu vou ser sincera: parece que eu tenho 15 anos e juro que ainda acredito que vou encontrar um namorado, um homem para ficar do meu lado. Não precisa ficar o tempo todo também porque eu não suporto, mas eu não posso acreditar que a gente vai morrer sem amor.”

“Ainda tenho um frisson aqui dentro, ainda vejo homem bonito e fico a fim dele, então você deve se deixar levar. Se alguém achar você ridícula, não liga”, fala Suzana. O último relacionamento da atriz terminou no começo da pandemia,

Sobre desilusões amorosas:

“É insuportável isso. É real, acontece e não dá para dizer que nunca mais vai acontecer isso, mas a gente tem uma carência… não sei é uma maneira de querer agradar e peca pelo excesso. É sofrido, você tem de conviver com isso porque amor é amor e não tem explicação. A gente sempre se ferra um pouquinho. Não tem jeito”

Leia Também:  "Nos Tempos do Imperador": Pilar jura Tonico de morte após pedido de casamento
Fonte: IG GENTE

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

ENTRETENIMENTO

Anitta é chamada de racista por americanos

Publicados

em


source
Anitta é chamada de racista por americanos
Instagram

Anitta é chamada de racista por americanos


Uma postagem recente de Anitta tem dado o que falar entre o público norte-americano – o mesmo que Anitta tem focado em conquistar. Enquanto se maquia, a funkeira cantarola e solta um termo que é visto como totalmente insultuoso para a comunidade negra nos Estados Unidos. O fato não passou batido e muita gente resolveu reclamar da fala da poderosa no Twitter. A coluna detectou que não é a primeira vez que cantora usa esse termo.


Antes que o gado de Anitta venha aqui gritar e passar pano, entendam que, se na cabeça de vocês, na nossa cultura está tudo bem, na norte-americana americana não está. Então vocês devem respeitar e não tentar ficar justificando. Vão estudar antes de gritar. O termo usado por Anitta foi “niggas” e vamos explicar um pouco sobre.

Leia Também:  Duda Reis revela que Nego do Borel foi indiciado por violência doméstica

A palavra ‘nigga’ foi criada há muito tempo e era o termo usado pelos brancos nos EUA para se referirem aos negros indicando que eles eram inferiores e sub-humanos. Muitos negros morreram queimados, torturados, espancados e linchados enquanto eram chamados por esse nome. Talvez seja a palavra que mais simbolize as ideias de supremacia branca nos EUA. Apesar de nos dias de hoje muitos negros, principalmente os mais jovens, usem a expressão com outro sentidos em situações PRIVADAS, entre familiares ou amigos muito íntimos, a palavra continua tendo conotação extremamente racista quando usada por brancos.

Alguns com certeza vão ousar dizer que Anitta não é branca. Sim, caros leitores, já lemos isso de fãs, mas Anitta é, sim, uma mulher branca e com certeza deveria respeitar mais uma cultura que não é dela. Quando a gente chega na casa de alguém, a primeira coisa que devemos aprender é sobre suas regras e costumes, mas parece que Anitta, assim como no Brasil, adora fazer a lacração “armada”, quando na verdade não tem profundidade nos assuntos.

Leia Também:  Cerca de 5 milhões de aposentados ainda não fizeram Prova de Vida do INSS

Anitta faz parte do conselho do Nubank, instituição que aqui no Brasil, através de sua co-fundadora, Cristina Junqueira, também teve falas racistas durante sua participação no programa Roda Viva. Ao falar sobre diversidade racial, ela disse que ‘não dá pra nivelar por baixo’.

Fonte: IG GENTE

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

RONDONÓPOLIS

mato grosso

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA