RONDONÓPOLIS

ECONOMIA

PIB: FMI derruba projeção de crescimento brasileiro de 1,5% para 0,3%

Publicados

em


source
Paulo Guedes
O Antagonista

Paulo Guedes

O Fundo Monetário Internacional (FMI) reduziu a projeção de crescimento do PIB (Produto Interno Bruto) do Brasil de 1,5% para 0,3% em 2022. Entre as 26 principais economias do mundo, a brasileira terá o pior desempenho segundo o relatório Perspectiva Econômica Mundial. 

A entidade projeta crescimento mundial de 4,4%, sendo que os países desenvolvidos observarão crescimento médio de 3,9%. Já os emergentes crescem 4,8%, segundo a projeção, e a América Latina cresce 2,4%.

Para 2023, o FMI também diminuiu a previsão de outubro para o PIB Brasil, de 2,0% para 1,6%, representando o segundo desempenho mais baixo neste conjunto, atrás apenas da alta de 1,4% do PIB da África do Sul.

A projeção se aproxima da expectativa do mercado financeiro, que prevê alta de 0,29% no PIB, enquanto para o próximo houve redução de 0,06 ponto percentual, mas ainda fechando em 1,69%.

O motivo para o pessimismo do FMI ainda é reflexo da pandemia de Covid-19, que atrasou os fornecimentos de suprimentos nas cadeias internacionais de produção, além do forte aumento dos preços de energia e de alimentos, o que gerou uma alta substancial da inflação em todo o mundo.

Leia Também:  Madonna divulga trabalho de artista brasileiro no Instagram

Leia Também

“As perspectivas também se enfraqueceram no Brasil, onde o combate à inflação provocou uma forte resposta da política monetária, que pesará sobre a demanda doméstica. Uma dinâmica semelhante está em funcionamento no México, embora em menor grau.”

O fundo aponta que os riscos ao desempenho da economia global são negativos.

“O surgimento de novas variantes da Covid-19 poderia prolongar a pandemia e induzir novas perturbações econômicas”, diz o relatório. “O acesso global a vacinas, testes e tratamentos é essencial para reduzir o risco de novas perigosas variantes da Covid-19”.

“Outros riscos globais podem se cristalizar conforme as tensões geopolíticas se mantêm altas, e a emergência climática em curso significa que a probabilidade de grandes desastres naturais se mantém elevada”, completa o FMI.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

ECONOMIA

Mega-Sena: ninguém acerta as seis dezenas e prêmio acumula em R$ 65 mi

Publicados

em

source
Mega-Sena
Rafael Neddermeyer/ Fotos Públicas

Mega-Sena

Nenhum jogador acertou as seis dezenas do concurso 2.483 da Mega-Sena, sorteado na noite desse sábado (21) , em São Paulo. O prêmio, que era de R$ 52.957.011,77, acumulou para a próxima edição.

Confira os números sorteados:

20 – 34 – 38 – 40 – 49 – 54

Já a quina, teve 72 apostas ganhadoras e cada uma das pessoas vai receber um total de R$ 74.529,17. A quadra teve 5.242 apostas vencedoras, cada uma levando R$ 1.462,39.

O próximo sorteio de Mega — concurso 2.484 — será realizado na quarta-feira (25), com prêmio estimado em R$ 65 milhões.

Como participar do próximo sorteio?

O próximo concurso da Mega-Sena acontece na quarta-feira, às 20h. É possível apostar até as 19h (horário de Brasília) do dia do sorteio, em qualquer casa lotérica credenciada pela Caixa do país.

Também é possível apostar pela internet. O bilhete simples da Mega-Sena, com seis dezenas, custa R$ 4,50.

Como apostar online na Mega-Sena?

Para aqueles que apostarem pela internet, não é possível optar pela aposta mínima, de R$ 4,50. No site da Caixa, o valor mínimo para apostar na Mega-Sena é de R$ 30, seja com uma única aposta ou mais de uma.  Veja aqui como apostar.

Leia Também:  Brasileiro tem 1º caso de varíola dos macacos registrado na Alemanha

Para fazer uma aposta maior, com 7 números, dando uma maior chance de ganhar, o preço sobe para R$ 31,50. Outra opção para atingir o preço mínimo é fazer sete apostas simples, que juntas têm o mesmo valor, R$ 31,50. Além disso, os bolões, disponíveis online, são outra opção viável.

Como funciona a Mega-Sena?

O concurso é realizado pela Caixa Econômica Federal e o vencedor pode receber milhões de reais se acertar as seis dezenas. Os sorteios ocorrem pelo menos duas vezes por semana – geralmente, às quartas-feiras e aos sábados. O apostador também pode ganhar prêmios com valor mais baixo caso acerte quatro ou cinco números, conhecidas como Quadra e Quina, respectivamente.

Na hora de jogar, o apostador pode escolher os números ou tentar a sorte com a Surpresinha. Esse modelo consiste na escolha automática, realizada pelo sistema, das dezenas jogadas. Outra opção é manter a mesma aposta por dois, quatro ou até oito sorteios consecutivos, conhecida como Teimosinha.

Premiação da Mega-Sena

Os prêmios costumam iniciar em, aproximadamente, R$ 3 milhões para quem acertar as seis dezenas. Dessa forma, o valor vai acumulando a cada concurso sem vencedor.

Também é possível ganhar prêmios ao acertar quatro ou cinco números dentre os 60 disponíveis no volante de apostas. Para isso, é preciso marcar de seis a 15 números do volante. O prêmio total da Mega-Sena corresponde a 43,35% da arrecadação. Deste valor:

  • 35% são distribuídos entre os acertadores dos seis números sorteados;
  • 19% entre os acertadores de cinco números (Quina);
  • 19% entre os acertadores de quatro números (Quadra);
  • 22% ficam acumulados e distribuídos aos acertadores dos seis números nos concursos terminados em zero ou cinco; e
  • 5% ficam acumulado para a primeira faixa (Sena) do último concurso do ano de final zero ou cinco.

Entre no  canal do Brasil Econômico no Telegram e fique por dentro de todas as notícias do dia. Siga também o  perfil geral do Portal iG.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

RONDONÓPOLIS

mato grosso

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA