ECONOMIA

O Boeing 737 MAX é seguro para voar e pode voltar em novembro, diz EASA

Publicados

em


source

Contato Radar

undefined
Lucas

O Boeing 737 MAX é seguro para voar e pode voltar em novembro, diz EASA

O Boeing 737 MAX pode finalmente estar nos últimos capítulos da sua novela de recertificação. Isso porque Patrick Ky, diretor da EASA, autoridade aeronáutica europeia, declarou hoje (16) que voar no Boeing 737 MAX é seguro.

Em entrevista, Patrick afirmou que pelas análises feitas pela agência, o modelo mostra que é seguro, e o nível de segurança é aceitável. De acordo com o executivo, ainda estão em discussão com a fabricante americana Boeing, para a instalação de um terceiro sensor, para “alcançar níveis de segurança ainda mais elevados”.

Entretanto, isso não quer dizer ainda que o jato está recertificado para voltar aos céus. No Brasil, a Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), ainda não realizou o voo de análise em parceria com demais autoridades aeronáuticas. Conforme noticiado pelo Contato Radar em setembro (clique aqui para saber mais) .

A EASA ainda estará preparando os documentos finais para poder finalmente liberar o modelo. Para Patrick, os últimos passos deverão ser dados ainda em novembro.

Leia Também:  Homem forja morte para filho receber R$ 52 milhões do seguro de vida

O post O Boeing 737 MAX é seguro para voar e pode voltar em novembro, diz EASA apareceu primeiro em Contato Radar – Notícias de aviação .

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

ECONOMIA

Impasse dos precatórios devem ser resolvidos em um mês, prevê Funchal

Publicados

em


source
Funchal disse que precatórios devem ser resolvidos até outubro
Divulgação

Funchal disse que precatórios devem ser resolvidos até outubro

O secretário especial do Tesouro e Orçamento, Bruno Funchal, afirmou que o governo trabalho com um horizonte de 30 dias para encontrar uma solução para o impasse dos precatórios e enviar uma mensagem modificativa alterando as projeções para o Orçamento de 2022. Isso afeta a reformulação do Bolsa Família, que será vitrine eleitoral para o presidente Jair Bolsonaro.

“Espero que a gente consiga resolver esse problema (dos precatórios) nos próximos 30 dias, para que a gente consiga refazer o orçamento e andar com o novo programa de renda e reduzir essas incertezas que estão atrapalhando na recuperação econômica”, afirmou em evento virtual voltado ao mercado de securitização.

A fala de Funchal ocorreu antes de o Palácio do Planalto divulgar nota informando que o governo vai aumentar elevar temporariamente a alíquota de IOF para bancar a expansão do Auxílio Brasil, programa que substituirá o Bolsa Família em 2022. 

Como o assunto tem sido exaustivamente debatido ao longo das últimas semanas, o secretário diz que endereçar a solução para os precatórios e o programa de transferência de renda vai ajudar a acalmar o mercado.

“Resolvendo as incertezas dos precatórios, (a gente) refaz o Orçamento. Tirando essa incerteza da mesa, tenho certeza que a tendência é que essa curva (de juros) comece a baixar e aí você tem um pouco mais de previsibilidade em relação a trajetória de despesa. Muito desse prêmio de risco é por conta disso”, declarou.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

RONDONÓPOLIS

mato grosso

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA