ECONOMIA

Auxílio emergencial: veja quem recebe até R$ 375 da 3º parcela do benefício hoje

Publicados

em


source
Auxílio Emergencial
Redação 1Bilhão Educação Financeira

Auxílio Emergencial

Começa nesta quinta-feira (dia 17) o pagamento da  terceira parcela  do  auxílio emergencial 2021 aos beneficiários do Bolsa Família . Os primeiros a receber são os que têm Número de Identificação Social (NIS) de final 1 . A retirada pode ser feita em agências da Caixa Econômica Federal ou em casas lotéricas.

O pagamento referente a essa parcela será feito até o dia 30 de junho (um grupo por dia). Hoje, segundo o Ministério da Cidadania, cerca de 14 milhões de pessoas recebem o Bolsa Família. Para este grupo, é pago o valor mais vantajoso entre o auxílio e o benefício social anterior.

De acordo com a pasta, no entanto, a cada ciclo de pagamentos, os cadastros de beneficiários passam por uma revisão para verificar se os beneficiários continuam atendendo aos requisitos do auxílio.

Os valores do benefício emergencial 2021 correspondem a R$ 150 (para famílias de uma só pessoa), R$ 250 (para famílias com dois ou mis integrantes) e R$ 375 (para mães chefes de famílias monoparentais).

Veja o calendário

Data de pagamento   Quem recebe

  • 17 de junho           Beneficiários com NIS de final 1
  • 18 de junho           Beneficiários com NIS de final 2
  • 21 de junho           Beneficiários com NIS de final 3
  • 22 de junho           Beneficiários com NIS de final 4
  • 23 de junho           Beneficiários com NIS de final 5
  • 24 de junho           Beneficiários com NIS de final 6
  • 25 de junho           Beneficiários com NIS de final 7
  • 28 de junho           Beneficiários com NIS de final 8
  • 29 de junho           Beneficiários com NIS de final 9
  • 30 de junho           Beneficiários com NIS de final 0
Leia Também:  INSS: solicitou o auxílio-doença e não obteve a resposta? Veja como resolver

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

ECONOMIA

Bolsonaro recria Ministério do Trabalho e Onyx ocupa quarta cadeira no governo

Publicados

em


source
O presidente Jair Bolsonaro e o ministro do Emprego e Renda, Onyx Lorenzoni
Palácio do Planalto/Flickr

O presidente Jair Bolsonaro e o ministro do Emprego e Renda, Onyx Lorenzoni

Foi publicada no Diário Oficial da União desta quarta-feira (28) a recriação do Ministério do Trabalho e Previdência, cujo ministro será Onyx Lorenzoni. O braço direito de Jair Bolsonaro no Planalto ocupará sua quarta vaga no governo, já foi ministro da Cidadania, da Casa Civil, Secretário Geral da Presidência e agora cuidará do Emprego e Renda. 

O decreto foi assinado pelo Ministro Paulo Guedes, e representa o 23º ministério do governo Bolsonaro, que havia prometido, em campanha, governar com apenas 15. O ministério nasce robusto, com 13 secretarias e 7 conselhos e câmaras.

A ‘mini reforma ministerial’ promovida pelo presidente se deu em função da acomodação de Ciro Nogueira na Casa Civil, segundo interlocutores, “para melhorar o diálogo com o Senado”. Com isso, o antigo ocupante do cargo, Luiz Eduardo Ramos, deve ir para o antigo posto de Lorenzoni, a Secretaria Geral Presidência. 

Leia Também:  Caixa paga hoje auxílio emergencial a nascidos em setembro

Ciro postou ontem (27) que aceitou o convite de Bolsonaro, que prometeu ” a alma do governo” ao líder do Centrão. 


COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

RONDONÓPOLIS

mato grosso

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA