RONDONÓPOLIS

CIDADES

FNDE adota novo modelo de análise de prestação de contas

Publicados

em


O Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) vai adotar, a partir deste ano, um novo modelo de análise de prestação de contas de programas e projetos educacionais. Lançado oficialmente nesta quinta-feira, 17, em Brasília, o Malha Fina vai diminuir sensivelmente o passivo existente e aperfeiçoar todo o processo para atuais e futuras prestações de contas, por meio de técnicas avançadas de ciência de dados e inteligência artificial.

Na abertura da solenidade, o presidente do FNDE, Marcelo Ponte, salientou que o Malha Fina, construído em parceria com a Controladoria-Geral da União (CGU), traz uma enorme economia de tempo e de recursos públicos à Administração Pública Federal. “Vamos concluir, por análise automatizada, 60 mil e quinhentas prestações de contas de uma vez. Ou seja, numa tacada só, vamos resolver cerca de 20% de todo o passivo acumulado”, afirmou Marcelo Ponte.

Segundo cálculos da área técnica do FNDE, somente com esse trabalho inicial, o Malha Fina traz uma economia de R$ 800 milhões aos cofres públicos, levando-se em conta o valor médio de cada análise de prestação de contas convencional. “É economia de dinheiro e, também, de tempo, pois, sem o Malha Fina, levaríamos mais de 20 anos para concluir o nosso passivo”, completou.

Leia Também:  Conselho de Ética continua análise de pareceres preliminares nesta quarta

Também presente na solenidade, o ministro da Educação, Milton Ribeiro, ressaltou a importância de se implementar esse novo modelo de análise de prestações de contas. “Num futuro, mesmo que seja longínquo, ninguém vai poder recuar dessa decisão. São decisões que são tomadas e que tornam praticamente impossível que alguém queira retornar desse passo que demos adiante. É um legado”, reforçou o ministro.

Já o ministro da CGU, Wagner Rosário, elogiou a mudança de mentalidade que está ocorrendo no FNDE com a implementação desse novo modelo de análise de prestação de contas. E destacou a economia inicial de R$ 800 milhões que o Malha Fina vai trazer, ao possibilitar a conclusão de mais de 60 mil processos de prestações de contas de uma só vez, por meio da análise automatizada. “Infelizmente, nós gastamos muito dinheiro em atividades que, às vezes, têm pouco retorno. E atribuímos a atividades com diferentes complexidades o mesmo nível de atenção”, afirmou.

Neste primeiro momento, o Malha Fina será empregado na análise de prestação de contas de três programas: o Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), o Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE) e o Programa Nacional de Apoio ao Transporte do Escolar (PNATE). O intuito, no entanto, é adaptar o modelo para outros programas e projetos educacionais. Com essa abrangência maior, a economia aos cofres públicos pode chegar a R$ 2 bilhões nos próximos anos.

Leia Também:  Congresso realiza sessão para análise de vetos nesta terça-feira

O Malha Fina funciona baseado em três pilares: a Curva ABC, que aponta os valores mínimo e máximo para análise das prestações de contas; as Trilhas, que são testes objetivos utilizados para a identificação de possíveis irregularidades; e o Modelo Preditivo, que indica as prestações de contas com probabilidade de causar danos ao Erário por meio de técnicas de mineração de dados e modelos estatísticos.

Fonte: AMM

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

CUIABÁ

Conferência Municipal Sobre o Modal de Transporte inicia nesta quinta-feira (7) e possibilita debate técnico

Publicados

em

“Começa nesta quinta-feira, dia 7 de julho, uma iniciativa de alto nível, com representantes de instituições sérias e de reconhecimento nacional. O espaço será utilizado para apresentar as vantagens e desvantagens entre os dois modais de transporte para a nossa capital e a cidade vizinha, Várzea Grande. São mais de 215 mil pessoas que utilizam o sistema público de transporte todos os dias e, necessariamente, as discussões precisam passar por quem aqui vive. Não podem ser alijadas do processo. O nível que essa discussão alcançou transcende a possibilidade do Governo do Estado ou do Município tomar essa decisão de forma isolada”. A afirmação é do prefeito Emanuel Pinheiro  sobre a  Conferência Municipal Sobre o Modal de Transporte Público (VLT X BRT). A abertura do evento está programada para às 8h30, no auditório da Associação Matogrossense dos Municípios (AMM).

Pinheiro destacou que o encontro  irá possibilitar saber a real eficácia dos modais e que a participação popular está garantida. Após cada apresentação de convidados, será aberto o espaço para indagações. 

A iniciativa reunirá a Prefeitura de Cuiabá, Assembleia Legislativa de Mato Grosso, Prefeitura Municipal de Várzea Grande, Câmaras Municipais de Cuiabá e Várzea Grande, Federação do Comércio de Bens e Serviços, Associação Latino Americana de Ferrovias, Associação Brasileira de Indústria Ferroviária (Abifer), Universidade Federal de Mato Grosso, Conselho Regional de Arquitetura, além da sociedade civil organizada, entre outros convidados. Ao longo do dia serão mais de oito horas de discussões.

Confira a programação: 

Data: 07/07/2022  

Horário:  Período Matutino: 8h às 12h 

Período Vespertino: 14h às 18h 

O evento será dividido em duas partes: política e técnica 

8h30 – Início – composição da mesa de autoridades – breve relato sobre a situação do VLT e do BRT – o que se propõe a conferência.

Leia Também:  Conselho de Ética continua análise de pareceres preliminares nesta quarta

Boas-vindas – Emanuel Pinheiro

1.     Poder Executivo de Cuiabá, representante Prefeito Emanuel Pinheiro.

9h – 9h20

2.     Poder Executivo de Várzea Grande, representante do prefeito Kalil Baracat –  Enodes Soares Ferreira – assessor técnico

9h20 – 9h40

3.     Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso, representante dep. Eduardo Botelho;

9h40 – 10h

4.     Câmara Municipal de Cuiabá, representante Presidente Juca do Guaraná;

10h – 10h20

Coffebreak – 10h20 – 10h40

5.     Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de MT (CREA); André Schuring

10h40 – 11h

6.     Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Mato Grosso – Fecomércio; representante José Wenceslau de Souza Júnior;

11h – 11h20

7.     Federação Mato-grossense das Associações de Moradores de Bairros (Femab), representante Walter Arruda;

11h20 – 11h40

Almoço – 12h – 14h

Tarde (14h) – Técnica – tempo: 20 min + 10min

14h – Retomada – Painéis técnicos

1.     Ex-secretário da Secretária Nacional de Mobilidade e Serviços Urbanos / secretário geral da Associação Latino-Americana de Ferrovias (ALAF), representante Jean Pejo;

14h – 14h30

Abrir para perguntas – 10min

2.     Secretário Municipal de Mobilidade Urbana – SEMOB/MT, representante Juares Samaniego;

14h40 – 15h10

Abrir para perguntas – 10min

Coffebreak – 15h20 – 15h40

3.     Presidente da Associação Brasileira da Indústria Ferroviária (Abifer), representante Vicente Abate;

15h40 – 16h10

Abrir para perguntas – 10min

4.     Diretor de Implantação e Planejamento – VLT Rio de Janeiro, representante José Picolli Neto – ONLINE

16h20 – 16h50

Abrir para perguntas – 10min

5.      Vice-presidente do Sindicato Interestadual da Indústria de Materiais e Equipamentos Ferroviários e Rodoviários (Simefre) – representante Mássimo Giavina – ONLINE

Leia Também:  Ministro Marcelo Queiroga presta contas sobre saúde pública na CTFC

17h – 17h30

Abrir para perguntas – 10 min

17h40 – Encerramento

Convidados:

1.     CREA- Conselho Regional de Engenharia e Agronomia; representante Juarez Samaniego;

2.     CAU- Conselho de Arquitetura e Urbanismo de Mato Grosso, representante André Nor

3.     UFMT- Universidade Federal de Mato Grosso; representante Professor Evandro Aparecido Soares da Silva

4.     IFMT, Instituto Federal de Mato Grosso, representante Diretor Júlio César Santos

5.     FIEMT – Federação das Indústrias do Estado de Mato Grosso, representante – Gustavo Pinto Coelho de Oliveira

6.     SINDUSCON – Sindicato das Indústrias da Construção do Estado de Mato Grosso

 7.     CDL – Câmara de Dirigentes Logistas, representante Nelson Soares

 8.     FECOMÉRCIO- Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Mato Grosso; representante José Wenceslau de Souza Júnior

 9.      UCAMB, – União das Associações de Moradores dos Bairros de Cuiabá (Ucamb) representante Édio Martins

 10.    FEMAB, Federação Mato-grossense de Associações de Moradores de Bairros, representante Walter Arruda;

 11.   OAB – Ordem dos Advogados do Brasil, representante Gisela Cardoso;

  12.  UNIVAG – Universidade de Várzea Grande, representante Professor Doutor Drauzio Antônio Medeiros

 13. UNIC – Universidade de Cuiabá, representante Maria Angélica Motta da Silva Ester

14.   MPE – Ministério Público Estadual, representante Procurador Geral de Justiça José Antônio Borges Pereira;

15.  MPF – Ministério Público Federal, representante Antônio Augusto Brandão de Aras

16.   CRECI – MT, Conselho Regional de Corretores de Imóveis de Mato Grosso (CRECI/MT) professor Benedito Odário 

17.  ASSOCIAÇÃO COMERCIAL E EMPRESARIAL DE CUIABÁ – ACC, representante Jonas Alves

Fonte: Prefeitura de Cuiabá MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

RONDONÓPOLIS

mato grosso

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA