RONDONÓPOLIS

CUIABÁ

Saúde realiza evento sobre prevenção à Hipertensão na UBS do bairro Alvorada

Publicados

em

A Secretaria de Saúde em conjunto com a Secretaria da Mulher, promovem, neste sábado (14), um evento sobre prevenção à Hipertensão em Cuiabá. A ação ocorrerá na Unidade Básica de Saúde do bairro Alvorada, aberto à toda população cuiabana, inclusive, de outras regiões também. Na oportunidade serão ofertados diversos serviços, no período das 08h às 17h. 

Dentre os atendimentos ofertados estão as práticas interativas, como auriculoterapia, reiki e cone Hindu, orientações nutricionais, avaliações odontológicas de prevenção ao câncer bucal, atividades com fisioterapia, atualização do Auxílio Brasil (antigo Bolsa Família) aos beneficiários, realização de testes rápidos de sífilis, HIV, hepatite B, hepatite C e Covid, atendimentos psicológicos e outros serviços. 

A enfermeira responsável da unidade do Alvorada, Luciana Fonseca afirmou que o intuito da ação é alertar e conscientizar os munícipes sobre a importância dos cuidados preventivos com a saúde, em alusão ao Dia Mundial da Hipertensão, celebrado nesta terça-feira (17). 

“A integralidade tem como foco chamar atenção para o bem-estar de modo geral, bem como o problema da hipertensão. Vamos ter muitos profissionais presentes e os interessados tem a oportunidade de ter acesso a várias patologias em um único lugar e momento. Estamos de portas abertas para recebê-los, com todo amor, cuidado e humanização da Gestão Emanuel Pinheiro”, disse. 

Leia Também:  Pedal da Semob e MTmamma será no dia 29 de maio; veja como participar

 

SERVIÇO

Assunto: Dia D da Hipertensão 

Local: USF Alvorada 

Horário: 08h às 17h 

Data: Sábado (14)

Endereço: Rua Piratininga, s/n, ao lado da Escola Marechal Cândido Rondon

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

CUIABÁ

Comissão destaca valor já investido e aprova vistoria de parlamentares da Câmara Federal nas obras do VLT

Publicados

em

Foi votada e aprovada nesta quarta-feira (18) pela Comissão Permanente de Viação e Transporte da Câmara Federal a realização de uma vistoria in loco nas obras do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) em Cuiabá e Várzea Grande. O requerimento foi apresentado pelo deputado federal Gutemberg Reis (MDB-RJ) e subscrito pela deputada Christiane de Souza Yared (PP-PR), a partir de articulação do deputado federal Emanuel Pinheiro Neto (Emanuelzinho). 

“É uma iniciativa da Câmara Federal extremamente positiva para que esse imbróglio seja solucionado. Uma obra que recebeu recursos federais, uma obra de grande magnitude, e que agora querem abandonar completamente, depois de todo valor investido. Não bastasse isso, estão buscando essa substituição por um meio de transporte ultrapassado e que não atende a real necessidade da população”, avalia o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, que esteve em Brasília na sexta-feira (13). 

O requerimento apresentado na Comissão destaca que a obra trata-se do maior empreendimento de mobilidade urbana da região metropolitana do Vale do Rio Cuiabá, oriundo da Copa do Mundo de 2014. Lembra ainda que o valor inicial do projeto foi orçado em cerca de R$ 1,4 bilhão, sendo o recurso de origem da União Federal, e deveria ser concluído ainda em 2014, mas encontra-se com os trabalhos inacabados.

Leia Também:  Pedal da Semob e MTmamma será no dia 29 de maio; veja como participar

“A nosso ver, clama por uma atuação dessa comissão, a fim de evitar mais desperdício de recurso público, bem como uma implementação de uma política pública que não representa o anseio da população e tão pouco a melhor e mais eficiente alternativa no âmbito da mobilidade urbana para a região”, diz trecho do documento.

Além da vistoria técnica, também foi aprovado o acompanhamento do andamento processual no Tribunal de Contas da União (TCU), que determinou a suspensão dos procedimentos administrativos de substituição do VLT pelo Ônibus de Rápido Transporte (BRT). A Comissão enfatizou que a troca do modal foi feita de forma unilateral pelo Estado de Mato Grosso, mesmo com 60% da obra já concluída e mais de R$ 1 bilhão de recursos públicos aplicados.  

“O Tribunal de Contas de União reconheceu a não observância do direito de efetiva participação do município de Cuiabá no processo decisório da alteração do modal de transporte público. Tal decisão se deu de forma unilateral, impositiva, em total inobservância à governança interfederativa prevista na Lei 13.089, de 12 de janeiro de 2015”, completa o requerimento aprovado. 

Leia Também:  Lira pede 'sensibilidade' à Aneel sobre reajuste na conta de luz

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

RONDONÓPOLIS

mato grosso

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA