RONDONÓPOLIS

CUIABÁ

Defesa Civil convida população para observar o eclipse lunar que acontece nesse domingo (15) no Parque Tia Nair

Publicados

em

O Instituto de Física da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) e o Clube de Astronomia de Mato Grosso convida a todos para prestigiar o eclipse lunar que acontece no próximo domingo (15). A contemplação do fenômeno celeste ocorre, a partir das 21h30, no mirante do Parque Tia Nair. A ação conta com apoio da Prefeitura de Cuiabá, por meio da Defesa Civil e do Rotary Club de Cuiabá. 

O eclipse lunar total, que resulta no fenômeno conhecido como ‘lua de sangue’, é um fenômeno astronômico que acontece quando a Terra está posicionada entre o Sol e a Lua e bloqueia a chegada de luz até a superfície lunar. 

“O eclipse será visível em Cuiabá e começará às 21h32, com o início do eclipse penumbral, quando a sombra da Terra começará a cobrir a superfície lunar.  O eclipse completo terá início às 23h29, com sua parte máxima às 00h11 e término às 00h53”, explicou o organizador da ação, coronel Paulo Wolkmer.

“Será um evento espetacular onde a penumbra da Terra, a parte mais escura de sua sombra, cobrirá completamente a Lua.  Como uma Lua totalmente eclipsada geralmente é colorida de vermelho, os eclipses lunares totais também são chamados de Luas de Sangue”, acrescentou.

Leia Também:  "Agradeço de coração o espírito solidário da sociedade cuiabana", diz prefeito após força-tarefa para transferência de pacientes

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

CUIABÁ

Comissão destaca valor já investido e aprova vistoria de parlamentares da Câmara Federal nas obras do VLT

Publicados

em

Foi votada e aprovada nesta quarta-feira (18) pela Comissão Permanente de Viação e Transporte da Câmara Federal a realização de uma vistoria in loco nas obras do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) em Cuiabá e Várzea Grande. O requerimento foi apresentado pelo deputado federal Gutemberg Reis (MDB-RJ) e subscrito pela deputada Christiane de Souza Yared (PP-PR), a partir de articulação do deputado federal Emanuel Pinheiro Neto (Emanuelzinho). 

“É uma iniciativa da Câmara Federal extremamente positiva para que esse imbróglio seja solucionado. Uma obra que recebeu recursos federais, uma obra de grande magnitude, e que agora querem abandonar completamente, depois de todo valor investido. Não bastasse isso, estão buscando essa substituição por um meio de transporte ultrapassado e que não atende a real necessidade da população”, avalia o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, que esteve em Brasília na sexta-feira (13). 

O requerimento apresentado na Comissão destaca que a obra trata-se do maior empreendimento de mobilidade urbana da região metropolitana do Vale do Rio Cuiabá, oriundo da Copa do Mundo de 2014. Lembra ainda que o valor inicial do projeto foi orçado em cerca de R$ 1,4 bilhão, sendo o recurso de origem da União Federal, e deveria ser concluído ainda em 2014, mas encontra-se com os trabalhos inacabados.

Leia Também:  Nota à imprensa sobre o incidente ocorrido no Hospital Municipal São Benedito

“A nosso ver, clama por uma atuação dessa comissão, a fim de evitar mais desperdício de recurso público, bem como uma implementação de uma política pública que não representa o anseio da população e tão pouco a melhor e mais eficiente alternativa no âmbito da mobilidade urbana para a região”, diz trecho do documento.

Além da vistoria técnica, também foi aprovado o acompanhamento do andamento processual no Tribunal de Contas da União (TCU), que determinou a suspensão dos procedimentos administrativos de substituição do VLT pelo Ônibus de Rápido Transporte (BRT). A Comissão enfatizou que a troca do modal foi feita de forma unilateral pelo Estado de Mato Grosso, mesmo com 60% da obra já concluída e mais de R$ 1 bilhão de recursos públicos aplicados.  

“O Tribunal de Contas de União reconheceu a não observância do direito de efetiva participação do município de Cuiabá no processo decisório da alteração do modal de transporte público. Tal decisão se deu de forma unilateral, impositiva, em total inobservância à governança interfederativa prevista na Lei 13.089, de 12 de janeiro de 2015”, completa o requerimento aprovado. 

Leia Também:  "Agradeço de coração o espírito solidário da sociedade cuiabana", diz prefeito após força-tarefa para transferência de pacientes

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

RONDONÓPOLIS

mato grosso

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA