RONDONÓPOLIS

CARROS E MOTOS

Saída de marcas estrangeiras ‘obriga’ Rússia a fabricar seus carros

Publicados

em

source


Moskvich 2140, antiquado modelo russo deverá voltar a ser fabricado no meio da guerra com a Ucrânia
Reprodução

Moskvich 2140, antiquado modelo russo deverá voltar a ser fabricado no meio da guerra com a Ucrânia

A guerra entre a Rússia contra a Ucrânia vem tomando cada vez mais mudanças incertas quanto à economia e a mais recente notícia é o anúncio da francesa Renault , que decidiu pausar as suas relações com o país por tempo indeterminado.

Com essa decisão, a Moskvich , empresa fundada na década de 1930 e que operou até 1991 na era soviética, através do comunicado do prefeito de Moscou, Sergei Sobyanin, será ‘ressuscitada’ .

Apesar dessa decisão implicar em uma possível decisão em massa de, pelo menos, dezenas de centenas de empregados , com a chegada da Moskvich, Sobyanin comentou em um comunicado à imprensa local que tentará manter todos os funcionários atuais da fábrica . Além disso, a unidade fabril também tentará obter a maioria das peças dos carros de empresas russas.

Leia Também:  Novo Hyundai HB20S é revelado, mas chega no início de outubro

Em um post em seus blog pessoal, o prefeito de Moscou comentou sobre a volta da fábrica Moskvich e o destino dos então empregados da Renault, que poderá aumentar o número de desemprego na Rússia.

“Não podemos permitir que esses trabalhadores fiquem sem os seus empregos”, começou escrevendo Sergei Sobyanin no seu blog pessoal, adiantando que decidiu “retomar a produção de automóveis de passageiros sob a histórica marca Moskvich”.

Apesar da decisão que põe em risco o desemprego de inúmeros funcionários, a Renault se posicionou que está disposta a uma nova negociação com a possibilidade de voltar a operar no mercado russo, assim que a ‘poeira baixar’.

Quanto aos veículos, a Moskvich vai fabricar modelos movidos a gasolina, mas que num futuro, vai passar a produzir versões elétricas, conforme dizeres no blog de Sobyanin que não especificou quais modelos de veículos seriam fabricados sob o nome Moskvich na antiga fábrica da Renault .

Fonte: IG CARROS

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

CARROS E MOTOS

BMW inicia produção da nova geração da Série 7 na Alemanha

Publicados

em

BMW Série 7 está próxima das 2 milhões de unidades produzidas e agora passa a ter versão 100% elétrica
Divulgação

BMW Série 7 está próxima das 2 milhões de unidades produzidas e agora passa a ter versão 100% elétrica

A nova geração do veículo mais luxuoso da BMW, o Série 7, começou a deixar a fábrica em Dingolfing, a 100 km de Munique, na Alemanha. Na nova geração, será oferecida pela primeira vez uma variante elétrica, a i7, que também é produzida na mesma fábrica.

Para a produção do novo modelo, a BMW investiu € 300 milhões (R$ 1.7 bilhões) na planta de Dingolfing, sua maior fábrica na Europa, e agora conta com mais sistemas automatizados para a produção do Série 8 , Série 7 , BMW iX e a variante elétrica do BMW Série 5 .

A fabricante bávara espera que no fim deste ano que um em cada quatro carros que sair de Dingolfing tenha algum tipo de motorização elétrica até o fim do ano.

Leia Também:  Comissão aprova projeto que veda embarcações estrangeiras em rios brasileiros

A BMW produzirá nesta fábrica os componentes do powertrain elétrico do i7 , incluindo a bateria de alta voltagem. Além disso, a BMW afirma poder produzir cerca de 500 mil unidades por ano de ‘e-drives’, os conjuntos de baterias e motores para seus modelos elétricos e híbridos .

“Nossa estrutura nos dá flexibilidade para produzir variados modelos e tipos de motorização, e reagir rapidamente a demanda e atender pedidos de última hora que clientes pode realizar. Em Dingolfing, flexibilidade é parte do nosso DNA”. Afirmou Christoph Schröder, diretor da fábrica.

A nova Série 7 estará disponível a partir de novembro para os clientes da BMW e será pela primeira vez que o ícone de luxo máximo da fabricante oferecerá uma versão 100% elétrica, a i7.

O modelo terá versões a combustão a gasolina e diesel, híbrida e elétrica, dependendo do mercado e das leis relacionadas a emissão de poluentes dos países onde será oferecida.

Leia Também:  Renault lança aplicativo que permite reservar carregadores elétricos

No exterior o modelo chama a atenção com a opção de personalização de pintura em dois tons, luzes de DRL com cristais e claro, o grande duplo-rim tradicional da BMW que agora, pela primeira vez, será iluminado.

Apesar disso, o maior diferencial da Série 7 no interior, onde luxo e conforto estão presentes em todos os cantos, mas a conectividade é a maior atração, e o modelo da BMW conta com uma “tela de cinema” de 31 polegadas para os ocupantes do banco traseiro.

Fonte: IG CARROS

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

RONDONÓPOLIS

mato grosso

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA