RONDONÓPOLIS

CARROS E MOTOS

Saiba os prós e contras do GNV para fugir do alto preço da gasolina

Publicados

em


source
GNV: economia não é o único fator envolvido na questão da conversão que custa entre R$ 5 mil e R$ 9 mil hoje em dia
Divulgação

GNV: economia não é o único fator envolvido na questão da conversão que custa entre R$ 5 mil e R$ 9 mil hoje em dia

Com a gasolina custando mais de R$ 7 o litro em várias regiões do Brasil já tem muita gente pensando em converter o carro para funcionar com GNV. Segundo a ANP (Agência Nacional de Petróleo) a economia em relação ao derivado de petróleo é de 51,3% e se comparado ao etanol chega a 55,8%. Porém, há prós e contras que envolvem a escolha da conversão.

Gasta-se 51,3% menos ao usar GNV na comparação com a gasolina a economia chega a 55,8%, mas é preciso salientar que, em média, precisa-se de 32 meses para pagar o investimento do kit gás para quem roda 500 quilômetros no mês. Portanto, a questão do custo mais baixo do GNV é mais interessante para quem costuma rodar bastante com o carro. Ouça mais detalhes a seguir.

Leia Também:  Chery mostra novo Tiggo 8 híbrido, capaz de fazer até 74 km/l


Principalmente no caso da conversão de carro movidos apenas a gasolina para GNV, a redução do rendimento do motor é maior, por causa da menor taxa de compressão. No caso dos kits de GNV de 5ª geração , em média, a perda de potência chega a 5%. Além disso, há casos em que é recomendável ajustar a suspensão por caisa do peso extra dos cilindros de gás.

Conforme especialistas, o gás natural tem uma emissão de gases poluentes 15% menor que o etanol e 20% menor do que a gasolina. Isso ocorre porque a queima do GNV é muito mais completa do que a da gasolina e do etanol . Além disso, o gás natural também é mais seguro. Por ser um combustível mais leve que o ar e possuir uma queima menor.

Leia Também

Outra desvantagem ainda é que os veículos zero quilômetro perdem a garantia de fábrica depois que o equipamento de gás é instalado. A justificativa é que o carro com GNV sofre alterações em sua estrutura.

De acordo com especialistas, um carro com GNV desvaloriza, em média, de 15% a 20% na hora da venda ou troca por outro veículo . Isso porque o carro se torna modificado, ou seja, não é mais original de fábrica. Além disso, a venda deste tipo de veículo costuma ser mais difícil e geralmente é associado a perfil de motoristas que rodam muito

Leia Também:  Debandada: Ministério da Economia perderá mais dois nomes; saiba quem

Não é barato o custo com a instalação do equipamento que permite que o veículo seja abastecido com GNV . Hoje em dia, varia de R$ 5 a 9 mil, dependendo do tamanho do cilindro e do modelo do automóvel. Esse investimento no carro com GNV valerá a pena a médio e longo prazo.

Também é importante ficar atento às normas para uso do GNV . Para poder rodar com um carro com kit GNV é preciso passar por uma vistoria anual de segurança junto ao Inmetro, atestando de qualidade do equipamento e assim obter o selo que permite a circulação desse veículo.

Fonte: IG CARROS

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

CARROS E MOTOS

Economia de dinheiro: troca de pneus pede alinhamento e balanceamento

Publicados

em


source


Alinhamento de pneus
Divulgação

Alinhamento de pneus

Quando chega a hora de trocar o jogo de pneus , muitos optam por não fazer o balanceamento e alinhamento , deixando só para depois, mas poucos se lembram de retomar e acabam prejudicando a durabilidade dos pneus.

Assim, essa ‘economia’ acaba se transformando em mais gasto, pois implica diretamente no desgaste desigual e acelerado da banda de rodagem, nos componentes da suspensão , além de implicar na segurança de todos os ocupantes.

Sendo assim, é recomendável, fazer alinhamento e balanceamento preventivamente a cada 10 mil quilômetros ou 6 meses. O alinhamento é um processo necessário porque ele mantém a estabilidade e corrige os ângulos da suspensão e da direção do veículo.

Ao realizar o alinhamento, é indicado um diagnóstico completo nos pneus, rodas e suspensão , avaliando condições de desgaste e irregularidades. Em seguida, recomenda-se fazer o rodízio, oferecendo maior durabilidade e desempenho do sistema.

Leia Também:  Caoa Chery oferece a opção de teto preto para o Tiggo 3x Turbo

Leia Também

Alinhar os pneus é de extrema importância para cuidar bem deles. Garante que respondam de forma adequada ao volante, evitando desgaste e reduzindo o consumo.
Divulgação

Alinhar os pneus é de extrema importância para cuidar bem deles. Garante que respondam de forma adequada ao volante, evitando desgaste e reduzindo o consumo.

Veículos desalinhados causam imprecisão na direção e cansaço no motorista, ocasionando maior risco de acidentes, afinal, conduzir o carro com o volante torto ou puxando, não é nem um pouco agradável.

Durante o alinhamento , é importante ajustar três ângulos principais da suspensão: convergência (ou divergência), cáster e câmber , também conhecido como cambagem .

Normalmente, o desalinhamento ocorre após impactos violentos (buracos, guias), desgaste dos componentes da suspensão ou acidentes.

Fonte: IG CARROS

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

RONDONÓPOLIS

mato grosso

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA