CARROS E MOTOS

Renault Kiger é o SUV do Kwid com motor 1.0 turbo

Publicados

em


source


A filial brasileira da Renault se refere ao Kwid como o “SUV dos compactos”. Mas na Índia, ele é considerado mesmo um hatch subcompacto. Tanto que deu margem para que a marca francesa apresentasse no país asiático o Kiger, um SUV feito sobre uma variação da plataforma do Kwid.


As imagens reveladas pela Renault mostram um SUV conceito, que segundo a empresa já corresponde a 80% do carro que será feito em série. Projetado inicialmente para a Índia, onde chega em 2021, o modelo já foi prometido pela montadora francesa para outros mercados globais.

O visual da carroceria não esconde o parentesco do Renault Kiger com o Nissan Magnite, modelo recém-mostrado na Índia e que está cotado para ser feito também no Brasil, na fábrica de Resende (RJ), ocupando o espaço deixado pelo fim do hatch compacto March. 


Com menos de quatro metros de comprimento, ambos vão compartilhar a mesma carroceria básica, baseada na plataforma CFMA+, uma variação da CMFA do Kwid que já é utilizada também na minivan Renault Triber. Mas o Kiger tem uma dianteira exclusiva, que traz elementos como os faróis de LED com desenho que o subcompacto reestilizado já vendido no exterior.

Leia Também:  Motocicletas no Brasil, cinco décadas no prazer de pilotar

O Renault Kiger será equipado com um motor 1.0 turbo de três cilindros. É o mesmo propulsor oferecido no Nissan Magnite , no qual desenvolve 100 cv de potência e pode ser combinado a um câmbio automático do tipo CVT.

Sem detalhar a lista de equipamentos do Kiger de produção, a Renault se limita a afirmar que o SUV irá contar com diversos sistemas e equipamentos inteligentes, o que pode indicar a presença de equipamentos como chave presencial, controlador automático de velocidade de cruzeiro, carregador de celular por indução e ar-condicionado automático. Todos itens que serão oferecidos no SUV da Nissan.

Fonte: IG CARROS

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

CARROS E MOTOS

Detalhes do novo Honda City hatch são revelados em vazamento

Publicados

em


source
Honda City Hatch
Reprodução/Indian Autos Blog

Honda City hatch terá motor turbo de 120 cv de potência e transmissão automática do tipo CVT

O Honda City hatchback foi visto em testes na Tailândia no começo do ano, mas a camuflagem pesada não permitiu conhecer muito de seu design. Agora, o modelo surge pela primeira vez em um vazamento na internet, publicado pelo site Indian Autos Blog.

A dianteira segue a mesma linguagem visual do Honda City renovado que já é vendido na Ásia, com faróis em LED e grade frontal cromada. A traseira chama atenção, por lembrar bastante do Fiat Argo brasileiro, com lanternas que invadem a tampa do porta-malas. A versão hatch também terá seis airbags, ar-condicionado digital, piloto automático, central multimídia de oito polegadas.

Honda City 2021
Divulgação

A dianteira do novo Honda City hatch será a mesma do sedã, mostrado na imagem acima

Segundo a imprensa tailandesa, o City hatch terá três versões com motor 1.0 turbo de três cilindros, desenvolvendo 120 cv de potência e 17 kgfm de torque. O câmbio será automático do tipo CVT, assim como o sedã, com opção de trocas de marcha pelas aletas atrás do volante multifuncional. 

Leia Também:  Conheça o Kandi K27, o carro elétrico mais barato do mundo

Até o momento, o Honda City hatchback foi confirmado apenas na Tailândia, mas deverá chegar em breve nos mercados em que a fabricante japonesa já disponibiliza a nova geração do sedã, como a Índia. No Brasil, o sedã deverá chegar apenas em 2021, com produção em Sumaré (SP), ao lado de Civic e HR-V. No Brasil, o City hatch deverá se tornar o carro mais em conta da marca, entre o fim do ano que vem e o início de 2022.

Será que vem?

Brio
Divulgação

O novo Honda Brio foi registrado no Brasil no ano passado, mas seu lançamento é improvável

Apesar do preço compatível com os hatches compactos do mercado brasileiro, a Honda não entende que o Fit é concorrente direto de Chevrolet Onix , Fiat Argo e Toyota Yaris . O posicionamento fica bem claro nos dados da Fenabrave (Federação Nacional de Distribuição de Veículos), onde a fabricante japonesa enquadra o Fit como “minivan”. Será do City hatch a missão de enfrentar os hatches compactos no Brasil.

Logo, há uma lacuna de mercado que permite o lançamento de um hatchback da Honda no Brasil. Um dos candidatos é o Brio , modelo compacto que já foi registrado pela fabricante no INPI (Instituto Nacional de Propriedade Industrial) em 2019.

Leia Também:  Yamaha lança linha 2021 do modelo com apelo aventureiro Tracer 9 GT

Pelas proporções, ele seria um rival para os subcompactos Fiat Mobi e VW Up!, cujas vendas estão em baixa no País. Portanto, o Brio continua longe do Brasil, onde o modelo de entrada da Honda deverá ser o City hatch.

Fonte: Indian Autos Blog

Fonte: IG CARROS

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

RONDONÓPOLIS

mato grosso

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA