CARROS E MOTOS

Kia Cerato reestilizado é lançado nos EUA antes de vir ao Brasil

Publicados

em


source
Kia Cerato é lançado nos Estados Unidos, onde atende pelo nome Forte
Divulgação

Kia Cerato é lançado nos Estados Unidos, onde atende pelo nome Forte

A Kia apresentou a reestilização do Cerato 2022 nos Estados Unidos, seguindo o calendário global de lançamentos. O sedã médio é produzido em Nuevo León (México), de onde também é importado para o Brasil. Por aqui, o novo Cerato é aguardado em 2022.

O sedã médio recebe a mesma atualização visual da Coreia do Sul, que deixa seu estilo mais sóbrio e elegante, apostando menos na esportividade. Essa característica fica muito evidente pelo formato dos faróis, que estão mais estreitos e ganham novos filetes de LED. A grade frontal no padrão “nariz de tigre” também ficou menor, seguindo uma linha diferente dos últimos lançamentos globais da Kia.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Leia Também:  Auxílio Brasil não terá parcelas de R$ 400 em novembro; entenda o porquê

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Na traseira, o Cerato ganha novas assinaturas em LED nas lanternas, criando um efeito tridimensional. O para-choque também foi substituído, agora integrando as luzes de ré. A linha 2022 do sedã coreano também estreia novas rodas aro 17 e a cor inédita Azul Mineral.

O habitáculo do Cerato 2022 ganha novas centrais multimídia, de 8 polegadas para os modelos de entrada e 10,2 polegadas para os mais caros. Ambos os sistemas contam com paramento Apple CarPlay e Android Auto para smartphones. Uma tela de 10,2 polegadas também foi instalada à frente do motorista nos modelos mais caros, como painel de instrumentos configurável. Para os modelos de entrada, a Kia instalou cluster parcialmente digital.

O Cerato também passa a integrar ar-condicionado digital de duas zonas e carregador de celular por indução em mais versões. A Kia também instalou freio de estacionamento eletrônico, assistente de condução com detector de pedestres, sensor de ponto-cego e assistente de partida em rampa.

Leia Também:  Novo Range Rover chega no primeiro semestre de 2022

A Kia preparou quatro versões para o Cerato nos Estados Unidos: FE, LXS, GT-Line e GT. Os três primeiros contam com motor 2.0 aspirado que desenvolve 149 cv e 18,2 kgfm de torque. A versão GT, por sua vez, tem motor 1.6 turbo de 204 cv e 27 kgfm de torque, com câmbio automatizado de 7 marchas. 

Fonte: IG CARROS

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

CARROS E MOTOS

Lamborghini encerra ciclo dos motores V12 com última leva do Aventador

Publicados

em


source


Lamborghini Aventador: supercarro encerra a era dos V12 com 780 cv, potência para acelerar de 0 a 100 km/h em 2,8 segundos
Divulgaçãoc

Lamborghini Aventador: supercarro encerra a era dos V12 com 780 cv, potência para acelerar de 0 a 100 km/h em 2,8 segundos

A Lamborghini confiirma o fim do Aventador, apresentado pela primeira vez no Salão de Genebra, em março de 2011, com estrutura monocoque de fibra de carbono e o tradicional motor V12 de 6,5 litros de montagem central.

Além disso, a marca italiana encerra também o fim dos motores a combustão V12 que se consagrou ao longo de décadas, a partir  do modelo  350 GT, lançado em 1964 e que combinava um chassi desenhado por Dallara com um  motor V12  concebido por Bizzarrini. 

Falando do Aventador, com o passar dos anos, a respeitada casa Sant’Agata desenvolveu com novas variantes em ambas as versões Coupe e Roadster , incluindo o LP700-4 original, o LP750-4 SV mais poderoso, o S LP740-4 reformado, o LP770-4 focado em pistas SVJ e o LP780-4 Ultimae final .

Lamborghini Aventador. Foto: Divulgação

Leia Também:  Auxílio Brasil não terá parcelas de R$ 400 em novembro; entenda o porquê

Lamborghini Aventador. Foto: Divulgação

Lamborghini Aventador SV. Foto: Divulgação

Lamborghini Aventador SV. Foto: Divulgação

Lamborghini Aventador SV. Foto: Divulgação

Lamborghini Aventador. Foto: Divulgação

Lamborghini Aventador. Foto: Divulgação

Lamborghini Aventador SV. Foto: Divulgação

Lamborghini Aventador 2010. Foto: Divulgação

Lamborghini Aventador. Foto: Divulgação

Lamborghini Aventador SV. Foto: Divulgação

Lamborghini Aventador. Foto: Divulgação

Lamborghini Aventador S. Foto: Divulgação

Lamborghini Aventador. Foto: Divulgação

Lamborghini Aventador SuperVeloce Jota. Foto: Divulgação

Lamborghini Aventador. Foto: Divulgação

Entre 2011 e 2020, a Lamborghini vendeu mais de 10.000 unidades do Aventador, um número que supera as vendas combinadas de todos os carros-chefe com motor V12 do passado ( Miura, Countach, Diablo e Murcielago ). A alocação do Ultimae foi dividida em 350 coupes e 250 roadsters.

Leia Também

Além disso, o Aventador serviu de base para alguns supercarros de edição limitada, incluindo nomes como Veneno, Centenario, SC18 Alston, Sián FKP 37, Essenza SCV12, SC20 e Countach LPI 800-4 .

A Lamborghini quer eletrificar toda a sua linha até 2024 como parte da estratégia Direzione Cor Tauri delineada pelo CEO Stephan Winkelmann em maio.

Este plano incluirá os sucessores eletrificados do Aventador e do Huracan , e o Urus reestilizado, que terá uma versão híbrida plug-in. Quanto ao primeiro modelo totalmente elétrico da marca, há rumores de que chegará entre 2025 e 2027.

Leia Também:  Auxílio Brasil recebe 461 sugestões de emendas
Fonte: IG CARROS

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

RONDONÓPOLIS

mato grosso

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA