CARROS E MOTOS

Kawasaki revela planos de lançar linha de motos híbridas e elétricas até 2025

Publicados

em


source


Kawasaki EV Project ainda está em fase de protótipo, mas vai servir de base para o modelo de produção em série
Divulgação

Kawasaki EV Project ainda está em fase de protótipo, mas vai servir de base para o modelo de produção em série

A Kawasaki anuncia planos de desenvolver uma futura gama de motocicletas híbridas e movidas a bateria. No curto prazo, a empresa prometeu ter mais de 10 modelos de motocicletas elétricas a bateria e híbridas elétricas em showrooms até 2025.

Além disso, a Kawasaki também disse que está desenvolvendo tecnologia de combustível de hidrogênio para motores de combustão interna – mostrando uma versão do H2 de quatro cilindros supercharged equipado com injeção direta de combustível , que é um trampolim para uma versão movida a hidrogênio.

Com isso, espera-se que até 2035 todos os principais modelos sejam totalmente elétricos ou híbridos. A queima de hidrogênio em vez de gasolina significa que o escapamento seria simplesmente vapor d’água, mantendo o desempenho e o apelo visceral de um motor de combustão interna.

Leia Também:  Luísa Sonza revela que tem amizade colorida com Pedro Sampaio: "Galopada amiga"

Embora a Kawasaki não tenha revelado oficialmente nenhum detalhe do protótipo híbrido, ela parece usar o motor duplo paralelo do Ninja 250 ou do Ninja 400 (eles são visualmente idênticos, mas o protótipo tem a lata de escape um pouco mais longa do Ninja 400 ).

Leia Também

Leia Também

Um grande motor elétrico é instalado acima da caixa de câmbio, conectado à transmissão por meio de uma embreagem. Ele pode fornecer impulso ou atuar como um gerador para recarregar a bateria. Falando em bateria, é uma unidade de 48 V montada sob o assento.

A Kawasaki também adicionou o câmbio semiautomático operado por botão de pressão à moto – provavelmente para ajudar a suavizar a transição entre a energia da bateria, a gasolina e a energia híbrida combinada.

Excepcionalmente, o protótipo totalmente elétrico da Kawasaki, visto pela primeira vez em 2019, mas mostrado novamente ao lado do novo híbrido , tem uma alavanca de câmbio operada manualmente, embora a maioria dos elétricos sejam de velocidade única.

Leia Também:  'A Fazenda 13': MC Gui revela que pensou em quebrar os braços de Rico Melquíades
Fonte: IG CARROS

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

CARROS E MOTOS

Aprovado Projeto de Lei que prevê multa ao estacionar em guias rebaixadas

Publicados

em


source
Entre outras mudanças, recursos provenientes do pagamento de multas poderão ser usados para obras ligadas à acessibilidade
Divulgação

Entre outras mudanças, recursos provenientes do pagamento de multas poderão ser usados para obras ligadas à acessibilidade

A Comissão de Defesa dos Direitos das Pessoas com Deficiência da Câmara dos Deputados aprova o Projeto de Lei que permite multar os motoristas que estacionarem seus carros em frente de guias rebaixadas para acesso de pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida.

Conforme o que está previsto, a infração será média, com multa de R$ 130,16 e com a possibilidade do veículo vir a ser rebocado.

Com isso, a diferença é que, caso a proposta seja aprovada, o motorista poderá ser multado não apenas quem estacionar em guias rebaixadas para entrada e saída de veículos ou em faixas de pedestre, mas também em acessos para PcD.

Leia Também:  ‘ia Orana’ é a menor casa móvel rústica já construída

Além disso, existe a hipótese das infrações serem convertidas em advertências se não forem cometidas no período de um ano.Outro ponto que deverá contribuir com as pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida é a autorização dos recursos das multas de trânsito para realizar obras ligadas à acessibilidade.

Ou seja, 10% do total dos recursos provenientes da cobrança das infrações poderá ser usado para projetos e investimentos em instrumentos tecnológicos para melhorar a segurança e acessibilidade no trânsito.

Hoje em dia, as verbas das multas podem ser usadas em sinalização, engenharia de tráfego, de campo, policiamento, fiscalização e educação de trânsito. Porém, o PL ainda precisa ser analisado Finanças e Tributação, de Constituição e Justiça, e de Cidadania, antes de seguir para o Plenário.

Fonte: IG CARROS

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

RONDONÓPOLIS

mato grosso

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA