CARROS E MOTOS

Detalhes do novo Honda City hatch são revelados em vazamento

Publicados

em


source
Honda City Hatch
Reprodução/Indian Autos Blog

Honda City hatch terá motor turbo de 120 cv de potência e transmissão automática do tipo CVT

O Honda City hatchback foi visto em testes na Tailândia no começo do ano, mas a camuflagem pesada não permitiu conhecer muito de seu design. Agora, o modelo surge pela primeira vez em um vazamento na internet, publicado pelo site Indian Autos Blog.

A dianteira segue a mesma linguagem visual do Honda City renovado que já é vendido na Ásia, com faróis em LED e grade frontal cromada. A traseira chama atenção, por lembrar bastante do Fiat Argo brasileiro, com lanternas que invadem a tampa do porta-malas. A versão hatch também terá seis airbags, ar-condicionado digital, piloto automático, central multimídia de oito polegadas.

Honda City 2021
Divulgação

A dianteira do novo Honda City hatch será a mesma do sedã, mostrado na imagem acima

Segundo a imprensa tailandesa, o City hatch terá três versões com motor 1.0 turbo de três cilindros, desenvolvendo 120 cv de potência e 17 kgfm de torque. O câmbio será automático do tipo CVT, assim como o sedã, com opção de trocas de marcha pelas aletas atrás do volante multifuncional. 

Leia Também:  Vazamento expõe dados de quase todos os brasileiros

Até o momento, o Honda City hatchback foi confirmado apenas na Tailândia, mas deverá chegar em breve nos mercados em que a fabricante japonesa já disponibiliza a nova geração do sedã, como a Índia. No Brasil, o sedã deverá chegar apenas em 2021, com produção em Sumaré (SP), ao lado de Civic e HR-V. No Brasil, o City hatch deverá se tornar o carro mais em conta da marca, entre o fim do ano que vem e o início de 2022.

Será que vem?

Brio
Divulgação

O novo Honda Brio foi registrado no Brasil no ano passado, mas seu lançamento é improvável

Apesar do preço compatível com os hatches compactos do mercado brasileiro, a Honda não entende que o Fit é concorrente direto de Chevrolet Onix , Fiat Argo e Toyota Yaris . O posicionamento fica bem claro nos dados da Fenabrave (Federação Nacional de Distribuição de Veículos), onde a fabricante japonesa enquadra o Fit como “minivan”. Será do City hatch a missão de enfrentar os hatches compactos no Brasil.

Logo, há uma lacuna de mercado que permite o lançamento de um hatchback da Honda no Brasil. Um dos candidatos é o Brio , modelo compacto que já foi registrado pela fabricante no INPI (Instituto Nacional de Propriedade Industrial) em 2019.

Leia Também:  Ceará tem nove jogadores revelados pelo clube disputando a final do Brasileiro de Aspirantes

Pelas proporções, ele seria um rival para os subcompactos Fiat Mobi e VW Up!, cujas vendas estão em baixa no País. Portanto, o Brio continua longe do Brasil, onde o modelo de entrada da Honda deverá ser o City hatch.

Fonte: Indian Autos Blog

Fonte: IG CARROS

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

CARROS E MOTOS

México anuncia plano para que a Ford aumente investimentos no país

Publicados

em


source
Fábrica da Ford no México
Divulgação

Funcionários da fábrica de Hermosillo posam ao lado do Bronco; complexo mexicano pode receber produção do novo EcoSport

O Ministério da Economia do México anuncia que tem planos para que a Ford aumente seus investimentos no país, duas semanas após o fechamento de duas fábricas no Brasil, em Camaçari (BA) e Taubaté (SP). Segundo a líder da pasta, Tatiana Clouthier, o governo mexicano está trabalhando em conjunto com a fabricante para que sua produção seja otimizada.

A Ford tem cinco fábricas no México, onde são produzidos os modelos Bronco Sport , Mustang Mach-E e o futuro Maverick , além de suas transmissões e motores. Conforme apurado pelo site Argentina Autoblog, a próxima geração do EcoSport – que já estava em desenvolvimento em Camaçari – deverá se tornar um modelo global, e o México é forte candidato a receber sua produção com incentivos governamentais. 

Leia Também:  Suzuki revela linha 2021 da GSX no Japão; veja os detalhes

A indústria automotiva é uma das principais atividades do México, representando um terço do PIB da região. Ao longo de 2020, o governo mexicano traçou estratégias e estímulos para que mais fabricantes instalem suas linhas de montagens no país.

Este é o caso da Mercedes-Benz , que também fechou uma fábrica no Brasil em dezembro –  o Complexo Industrial de Iracemápolis (SP) –  e tem interesse em produzir seus veículos na fábrica mexicana da Nissan, em Aguascalientes, segundo a apuração do portal alemão Handelsblatt.

Fonte: IG CARROS

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

RONDONÓPOLIS

mato grosso

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA