BRASIL

Polícia prende estudante por criar diversas espécies de cobras em apartamento

Publicados

em


source
Polícia apreendeu cobras de diversas espécies em apartamento de estudante
Polícia Civil

Polícia apreendeu cobras de diversas espécies em apartamento de estudante

A polícia Civil de Valparaíso (GO) realizou nesta quarta-feira (13) uma prisão em flagrante por crime ambiental . Após denúncia anônima, os agentes policiais flagraram várias cobras sendo criadas em cativeiro dentro do apartamento de um estudante de biologia.

Além das cobras de variadas espécies, os investigadores encontraram ratos congelados, que eram utilizados como alimento para as serpentes.

O estudante confessou a criação dos animais, mas não comprovou a procedência e nem mostrou autorização para a posse dos animais. Ele foi conduzido a uma delegacia.

Em julho de 2020,  um caso parecido ocorreu no Distrito Federal. O estudante Pedro Henrique Krambeck Lehmkuhl, 22, foi picado por uma cobra Naja Kaouthia, que era criada de forma clandestina em sua casa.

Leia Também:  Em meio a colapso, Manaus registra 213 enterros em 24 horas e bate novo recorde

Ele foi autuado por tráfico de animais silvestres, associação criminonsa e exercício ilegal da medicina veterinária.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

BRASIL

Deputada Carla Zambelli tem publicação no Twitter marcada como enganosa

Publicados

em


source
zambelli
Reprodução

Publicação em questão

O Twitter colocou um aviso em publicação da deputada federal Carla Zambelli (PSL-SP) em que usa a tag “informações enganosas e potencialmente prejudiciais relacionadas à Covid-19″. O texto é sempre utilizado pela plataforma para alertar para publicações que são feitas sem comprovação científica. O intuito é diminuir as fake news na plataforma.

Zambelli compartilhou um vídeo em que o jornalista Alexandre Garcia fala sobre um estudo que teve como objeto o uso da cloroquina e de outros medicamento sem eficácia comprovada no chamado  “tratamento precoce” contra a Covid-19.

Na publicação, a deputada também escreveu: “The American Journal of Medicine” “traz em sua primeira edição de 2021 um estudo que comprova a eficácia do tratamento precoce na evolução da Covid-19”.

Você viu?

Uma reportagem do UOL mostrou que a a revista em questão tem pouco prestígio e está na 928ª posição no ranking de revistas científicas feito pela Scimago. 

Instituições prestigiosas como a Organização Mundial de Saúde também publicaram estudos que apontaram a ineficácia da cloroquina.

Nos últimos dias, o Twitter também sinalizou uma publicação de mesmo teor do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), que também tinha um vídeo com a participação de Alexandre Garcia.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

RONDONÓPOLIS

mato grosso

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA