BRASIL

Bolsonaro participa de motociata e volta a atacar urnas: “Paraguai é exemplo”

Publicados

em


source
Bolsonaro
Divulgação

Bolsonaro

O presidente da República, Jair Bolsonaro, participa neste sábado, em Presidente Prudente, no interior de São Paulo, de um passeio de motocicleta com apoiadores.

Em vídeo postado nas redes sociais pelo Patriotas, Bolsonaro aparece cercado de apoiadores, com roupas de motoqueiro, capacete e, como de costume, sem máscara de proteção contra a covid-19.

Ainda na cidade, ao meio-dia, o presidente visita o Hospital de Esperança, que será oficialmente credenciado ao Sistema Único de Saúde (SUS). Também em Presidente Prudente, às 14 horas, o presidente terá encontro com alguns prefeitos de cidades do Mato Grosso do Sul, Paraná e São Paulo, antes de retornar para Brasília.

Antes de embarcar para Presidente Prudente, Bolsonaro utilizou as redes para novamente atacar as urnas eletrônicas e defender o voto impresso. Para isso, elogiou o sistema eleitoral do Paraguai.

Leia Também:  CPI: Renan Calheiros diz que pedirá indiciamento de Bolsonaro por prevaricação

“O Paraguai é exemplo para o Brasil quanto à confiabilidade das suas urnas”, escreveu.

Vale lembrar que, no último dia 29, Bolsonaro promoveu uma live na qual prometeu apresentar provas de que as eleições de 2018 foram fraudadas. Entretanto, durante o evento, ele comentou que “não tem como se comprovar que as eleições não foram ou foram fraudadas”.

O presidente ainda exibiu o que chamou de “indícios” de fraude, porém, com nenhuma comprovação de veracidade, e usou o tempo para levantar uma série de dúvidas sobre o atual sistema de votação brasileiro. O Tribunal Superior Eleitoral, por sua vez, emitiu nota alertando que o chefe do Executivo propagou notícias falsas em sua live.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

BRASIL

“Cinismo” e “vergonha”: Confira a repercussão do discurso de Bolsonaro na ONU

Publicados

em


source
REPRODUÇÃO/AGÊNCIA BRASIL

“Cinismo” e “vergonha”: Confira a repercussão do discurso de Bolsonaro na ONU

Enquanto o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) discursava na tribuna da Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU) , na manhã desta terça-feira (21), – e dava início a sessão, como tradição dos representantes brasileiros – as primeiras repercussões sobre o posicionamento do mandatário já surgiram nas redes sociais. Durante sua participação entre os líderes mundiais, o capitão do Exército voltou a defender o uso de ‘tratamento precoce’ contra a Covid-19.

O ex-ministro da Saúde de Bolsonaro, Luiz Henrique Mandetta, expressou sua insatisfação com o discurso de seu ex-chefe e declarou que a fala de Jari foi “cínica”.


O deputado federal Kim Kataguiri (DEM-SP) rebateu a fala de Bolsonaro e apontou supostos escândalos de corrupção do mandato do presidente da República.


O Greenpeace Brasil, uma organização não governamental que visa promover o debate de pautas ambientais, acusou o mandatário brasileiro de “distorcer” as informações referentes ao meio ambiente no país.


O ex-presidenciável e pré-candidato ao governo de São Paulo, Guilherme Boulos (PSOL), declarou que a fala de Bolsonaro é a “maior sequência de mentiras em um discurso presidencial na ONU”.

Leia Também:  Renan Calheiros adia entrega do relatório da CPI da Covid para outubro

Você viu?


O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) destacou uma fala de Bolsonaro, que afirmou que o Brasil mudou em seu governo, para pontuar os retrocessos do país desde a posse do atual presidente – na visão do parlamentar.




João Amoêdo (NOVO), seu adversário nas eleições presidenciais de 2018, reprovou as falas de Bolsonaro na tribuna da ONU e afirmou que o presidente “trabalhou pela disseminação do vírus [Covid-19] e agravamento da pandemia”.


COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

RONDONÓPOLIS

mato grosso

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA