AGRONEGÓCIO

Senar compartilha experiência para a conservação do Cerrado

Publicados

em


Brasília (17/09/2021) – O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) compartilhou a experiência da instituição na execução do projeto FIP Paisagens Rurais, na sexta (17), na live “Cerrado: quem produz também cuida”, promovida pela Embrapa.

O FIP Paisagens Rurais prevê a recuperação de 100 mil hectares de pastagens degradadas e de sete mil hectares de APPs e reservas legais em quatro mil propriedades rurais de pecuária de leite e de pecuária de corte na Bahia, Goiás, Maranhão, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso e Tocantins.

O assessor técnico do Senar, Rafael da Costa, apresentou as estratégias de transferência de tecnologias da Assistência Técnica e Gerencial do Senar disponíveis aos produtores de alimentos para a pecuária sustentável.

Durante o projeto, os pecuaristas de corte e de leite participantes recebem visitas mensais de técnicos de campo aptos a levar as melhores estratégias de inovação para a recuperação de pastagens degradadas e recomposição da vegetação nativa.

“Mais de 1.800 produtores já alcançaram resultados nesses sete estados com adoção de tecnologias de agricultura de baixa emissão de carbono em mais de 15 mil hectares e outros 774 pecuaristas realizaram práticas de conservação e restauração do bioma cerrado em mais de 17 mil hectares”, destacou.

Leia Também:  Exportação dos Cafés do Brasil atinge 29,7 milhões de sacas no acumulado de nove meses

Em sua apresentação, o assessor técnico do Senar mostrou as ferramentas utilizadas para a gestão e monitoramentos de dados da ATeG e ressaltou a importância da integração das políticas públicas e o conceito da paisagem produtiva para a recuperação ambiental, como o Código Florestal.

“O FIP Paisagens Rurais demonstra que é possível produzir alimentos com sustentabilidade e a conservação do nosso bioma.”

FIP Paisagens Rurais – O projeto é financiado com recursos do Programa de Investimento Florestal, através do Banco Mundial.

A coordenação é do Serviço Florestal Brasileiro (SFB) e da Secretaria de Inovação, Desenvolvimento Rural e Irrigação, do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa); com parceria da Agência de Cooperação Técnica Alemã (GIZ), do Senar e do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTI), por meio do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) e da Embrapa.

Para rever a live, que contou com a participação de pesquisadores da Embrapa Cerrados, acesse:


Saiba mais sobre o projeto FIP Paisagens Rurais 

FIP Paisagens Rurais traz resultados positivos para pecuaristas de leite de Minas Gerais

Leia Também:  Proteção do Cerrado será tema de debate na CDR nesta segunda-feira

Projeto FIP Paisagens Rurais capacita equipes de campo

Assessoria de Comunicação CNA

Foto: Adriano Brito

Telefone: (61) 2109-1419

flickr.com/photos/canaldoprodutor

twitter.com/SistemaCNA

facebook.com/SistemaCNA

instagram.com/SistemaCNA

facebook.com/SENARBrasil

youtube.com/agrofortebrasilforte

Fonte: CNA Brasil

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

AGRONEGÓCIO

Embrapa Hortaliças realiza painel sobre alimentação saudável e sustentável

Publicados

em


Transversalidade da CT&I na busca por uma alimentação saudável e sustentável é o título do painel que será realizado nesta segunda-feira (26/10), a partir das 15h pelo canal da Embrapa no Youtube. O evento está inserido no contexto da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia – SNCT 2021, e visa a identificação de oportunidades para a conscientização das pessoas sobre a importância da ciência, tecnologia e inovação no cotidiano. 

O tema alimentação escolar será apresentado por Juliene Santos da Secretaria da Educação do DF. Já o representante do Ministério da Agricultura Luiz Rangel falará sobre perdas e desperdício de alimentos. O chefe-geral da Embrapa Hortaliças Warley Nascimento discorrerá sobre o papel da pesquisa para a sustentabilidade e saudabilidade das hortaliças.

Projeto

O painel, direcionado a professores, coordenadores e pesquisadores, faz parte das atividades do projeto “Pesquisadores do futuro: Inclusão de crianças e jovens do DF e entorno no mundo da ciência”, que contará com outras atividades direcionadas a estudantes, no período de 27 a 29 de outubro.

O projeto conta com o financiamento do CNPq e as atividades ocorrem pelo quarto ano. Em virtude da pandemia e para seguir os protocolos de segurança, esse ano houve restrição, assim como escolha prévia, do número de alunos e escolas participantes.

Leia Também:  Senar discute produção em sistemas fertirrigados

De acordo com o chefe-geral da Embrapa Hortaliças, Warley Nascimento, o desenvolvimento desse projeto é uma forma de aproximar cientistas do universo escolar e estimular o interesse dos estudantes pelo conhecimento científico. “Para isso, realizamos atividades que demonstram como a ciência está presente na vida de cada um, destacando a contribuição da pesquisa agropecuária para o desenvolvimento nacional.

Fonte: Embrapa

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

RONDONÓPOLIS

mato grosso

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA