RONDONÓPOLIS

AGRONEGÓCIO

Olimpíada Rural 2021 divulga vencedores

Publicados

em


A Olimpíada Rural 2021 chegou ao fim, no dia 3 de dezembro, com a divulgação das cinco equipes vencedoras desta edição. No total, 20 alunos foram premiados. A competição educacional envolve estudantes que participaram dos programas Jovem Agricultor Aprendiz (JAA) e Aprendizagem de Adolescentes e Jovens (AAJ), promovidos pelo Sistema FAEP/SENAR-PR, com o objetivo de estimular o empreendedorismo e a inovação entre jovens do meio rural, além de prepará-los para o mercado de trabalho. A exemplo do ano passado, em razão da pandemia do novo coronavírus, esta edição da Olimpíada Rural transcorreu de forma online. No total, 75 alunos divididos em 15 equipes participaram da disputa.

“A Olimpíada Rural ressalta a ênfase do Sistema FAEP/SENAR-PR na formação de jovens, não só preparando para o mercado de trabalho, mas, principalmente, formando cidadãos melhores”, disse o presidente da entidade, Ágide Meneguette.

Veja os vencedores da Olimpíada Rural 2021

Como prêmio, os integrantes da equipe campeão ganharam uma medalha e um celular Motorola G9. Os outros premiados receberam uma caixa de som JLB (os segundos colocados), uma smart TV LG (terceiros lugares), um smartwatch (quartos lugares) e um headphone (quintos colocados).

Leia Também:  Presidente do IBGE divulga informações sobre Censo 2022

Os vencedores foram definidos por uma banca examinadora formada por técnicos do Sistema FAEP/SENAR-PR, que avaliaram um estudo de caso elaborado por cada equipe. Os alunos se debruçaram sobre situações e problemas reais que ocorrem em uma propriedade rural e propuseram soluções, aplicando os conhecimentos adquiridos ao longo dos programas JAA e AAJ.

“As reuniões entre os alunos e as interações ocorreram todas de forma virtual, com supervisão de um supervisor do SENAR-PR. Os estudos de caso foram postados pelas equipes no meio virtual, para que a banca pudesse fazer a avaliação. Ou seja, tudo de forma remota”, disse Regiane Hornung, técnica do Departamento de Planejamento e Controle (DEPC) do Sistema FAEP/SENAR-PR.

Programas

O programa JAA traz conhecimentos e competências que acompanham os alunos por toda a vida, como como comunicação, liderança, trabalho em equipe e cidadania. Na segunda fase, os participantes frequentam módulos específicos, voltados a uma atividade rural: pecuária leiteira, fruticultura, mecanização, agricultura orgânica, olericultura ou cana-de-açúcar.

O AAJ, por sua vez, as aulas são destinadas à prática profissional, aprofundando conhecimentos na atividade escolhida pelo aluno. O programa é dividido em três fases: Núcleo Básico, no qual os jovens desenvolvem competências comportamentais (gestão de pessoas, comunicação, liderança, cidadania, entre outros); Núcleo Específico, em que são abordados os conteúdos voltados à atividade profissional que vão desenvolver; e Prática Profissional, que ocorre nas oficinas das usinas, no caso das empresas do grupo Santa Terezinha.

Leia Também:  Embrapa coletará mangabas no 17 de Março, em Aracaju, para conservação genética
Fonte: CNA Brasil

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

AGRONEGÓCIO

O Boletim do Leite de janeiro já está disponível!

Publicados

em


Cepea, 18/01/2022 – Nesta edição, confira:

Preço fecha 2021 com recuo de 9,4%; cenário para 2022 é desafiador
O preço do leite pago ao produtor em dezembro, referente à captação de novembro, fechou a R$ 2,1210/litro na “Média Brasil” líquida do Cepea, recuos de 3,7% frente a novembro/21 e de 9,4% em relação ao mesmo período de 2020, em termos reais (os valores foram deflacionados pelo IPCA de dezembro/21). Leia mais.

2021: ano desafiador para a indústria de laticínios 
A oferta limitada de leite no campo, a competição entre laticínios para assegurar a compra da matéria-prima e o enfraquecimento da demanda por lácteos marcaram a pecuária leiteira em 2021. Pesquisas realizadas pelo CEPEA, com o apoio da OCB (Organização das Cooperativas Brasileiras), indicam que as médias dos preços do leite UHT, do queijo muçarela e do leite em pó (400gr) negociados no atacado do estado de São Paulo entre janeiro e dezembro de 2021 fecharam em R$ 3,43/litro, R$ 26,28/kg e R$ 24,80/kg, respectivamente, 0,6%, 0,4% e 7% acima das médias de 2020, em termos reais (deflacionados pelo IPCA de dez/21). Leia mais.

Leia Também:  Diversas autoridades e produtores rurais participam do primeiro dia da visita técnica ao Ctecno Parecis

Em 2021, exportações de lácteos aumentam 19%; importações recuam 21%
Em 2021, o cenário internacional do setor lácteo foi marcado pela elevação dos volumes exportados e redução das importações. Esse cenário é resultado principalmente do alto patamar da moeda norte-americana e da crescente perda do poder de compra do consumidor brasileiro. Segundo dados da Secex, os embarques nacionais de produtos lácteos totalizaram 38,8 mil toneladas em 2021, avanço de 19% em relação a 2020 e o maior volume desde 2016. Leia mais.

Cenário externo e alta do dólar impulsionam custos em quase 19% no ano
O COE (Custo Operacional Efetivo) da pecuária leiteira avançou 18,67% em 2021 na “Média Brasil” (BA, GO, MG, PR, RS, SC e SP) e, entre novembro e dezembro, especificamente, a alta foi de 0,84%. Os grupos de custos que apresentaram aumentos mais significativos no ano foram adubos e corretivos (79,85%), combustíveis (53,28%) e suplementação mineral (32,37%). Leia mais.

Fonte: CEPEA

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

RONDONÓPOLIS

mato grosso

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA