AGRONEGÓCIO

Embrapa Cocais, secretarias de estado e Conecta Brasil assinam acordo de cooperação técnica para inovação social

Publicados

em


Nesta segunda, 1 de março, às 10h, será realizada cerimônia de assinatura de termo de cooperação técnica entre Embrapa Cocais, Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação – SECTI, Secretaria de Estado dos Direitos Humanos e Participação Popular e a startup Conecta Brasil 360. O acordo tem o objetivo de desenvolver metodologia de implantação, monitoramento e avaliação de estratégia de inovação social no estado do Maranhão. O evento será transmito online pelo you tube da Embrapa e da Secti Maranhão. 
 
A iniciativa se espelhou no negócio Delícias do Babassu, gerido por quebradeiras de coco babaçu quilombolas da Comunidade de Pedrinhas Clube de Mães de Anajatuba – MA. A Embrapa Cocais buscou a Conecta Brasil 360 para construir curso virtual para as quebradeiras de coco da comunidade e proporcionar visibilidade, conexão e estruturação de negócios para os produtos oriundos do coco babaçu. O curso está vinculado ao Projeto Bem Diverso, na atividade “Novos Processos Alimentícios com Babaçu. 
 
Segundo a pesquisadora Guilhermina Cayres, o curso está sendo realizado desde junho, totalmente online por conta da pandemia, para manter os contatos neste momento de distanciamento social e promover processo de capacitação em gestão de empreendimento coletivo, identificando e agregando valor aos seus produtos e desenvolvimento pessoal e profissional para autonomia e empoderamento às quebradeiras de coco. “O curso tem propiciado também criar espaços significativos de aprendizagem e troca de experiências e apoiar no planejamento das atividades do grupo, contribuindo para o protagonismo das quebradeiras de coco nesse processo de maturidade do grupo, o que vai repercutir no produto final do trabalho delas e na cadeia de valor do coco babaçu”, completa Guilhermina.
Fonte: Embrapa

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Embrapa e Unicamp selecionam bolsistas para atuação em genômica aplicada
Propaganda

AGRONEGÓCIO

Embrapa Clima Temperado doa cerca de uma tonelada de tangerinas ao Programa Mesa Brasil

Publicados

em


Na manhã de 31 de março, um caminhão da Embrapa Clima Temperado (Pelotas, RS) deslocou-se até o Instituto de Menores Dom Antônio Zattera, em Pelotas (RS), para realizar a doação de cerca de uma tonelada de tangerinas da variedade Oktisu ao Programa Mesa Brasil, do Sesc. As frutas haviam sido colhidas no dia anterior dos pomares experimentais da pesquisa.

Parte das frutas foi destinada a 17 instituições de Pelotas, e o restante encaminhado aos municípios vizinhos de Rio Grande e São José do Norte. Até o momento, foram distribuídas quase dez toneladas de alimentos pelo Mesa Brasil na região. Além das tangerinas, as cestas foram compostas, principalmente, por abóbora, alface, batata-doce, batata, cheiro-verde e maçã.

A doação de citros excedentes da pesquisa ao Programa Mesa Brasil ocorre desde o ano passado, como resultado da parceria recentemente renovada com o Sesc. A expectativa é que ainda sejam doadas, ao longo de um mês, mais cinco toneladas de tangerinas para 60 instituições da região. Em torno de 12 mil pessoas serão beneficiadas.

Leia Também:  Embrapa no Pará lança seu primeiro edital de inovação aberta

Doação de arroz

Neste ano, também está prevista a doação de duas toneladas de arroz em casca. A iniciativa será feita em conjunto com empresa parceira, que deverá fazer o beneficiamento e ensacamento do grão. Mas, essa parceria ainda está em articulação. Ambas as campanhas fazem parte das ações beneficentes da Embrapa Clima Temperado frente à pandemia da covid-19.

Oktisu

As tangerinas da variedade Oktisu foram trazidas do Japão na década de 1990 e recomendadas pela Embrapa Clima Temperado para o Rio Grande do Sul em 2002. É uma cultivar precoce, com produção em março e abril, e bastante rústica. O cultivo ocorre, principalmente, em sistemas de base familiar, e a comercialização em feiras livres. Por ter fibra fina e não possuir sementes, tem aptidão para fabricação de suco.

Na Unidade, o pomar de citros é utilizado para avaliações de porta-enxertos e experimentos de processamento e conservação pós-colheita.

Programa Mesa Brasil

O Mesa Brasil é um programa nacional, criado em 2003, que integra doadores, instituições sociais e voluntários para minimizar as carências alimentares, combater o desperdício de alimentos e melhorar a qualidade nutricional da população atendida. O programa atua em todo o Brasil. No Rio Grande do Sul, é desenvolvido em sete unidades do Sesc, em parceria com as prefeituras municipais de suas respectivas regiões de abrangência.

Leia Também:  SUÍNOS/CEPEA: Vendas reagem neste começo de abril; embarques são recordes
Fonte: Embrapa

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

RONDONÓPOLIS

mato grosso

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA